Cris Dias abre o coração sobre maternidade: “Me sinto uma supermãe quando meu filho fala que me ama”

A apresentadora do Bom Dia Brasil é mãe de Gabriel, de 8 anos

Cris Dias é mãe de Gabriel (Foto: Reprodução / Instagram @crisdiass)

Cris Dias é mãe de Gabriel, que tem 8 anos, jornalista e apresentadora do Bom Dia Brasil e Globo Esporte. Está à frente também do Dias de Cris, onde divide momentos da maternidade e vida pessoal. Ela participou da seção “20 Perguntas Para”, da edição de junho da Revista Pais&Filhos, em que respondeu vinte perguntas sobre ser mãe, seus medos e desejos em relação ao filho e sua vida. Confira:

-Publicidade-

1. O melhor de ser mãe é… Amar e ser amada incondicionalmente.
2. O pior de ser mãe é… A culpa inerente ao “cargo”.
3. É melhor ser mãe ou ser filha? Adoro ser mãe e filha em momentos alternados.
4. Sua culpa como mãe é… Bem mais controlada agora.
5. Você não tem culpa nenhuma quando… Preciso de tempo pra me cuidar e cuidar da vida. Pois se eu não estiver bem não consigo estar bem pra ninguém.
6. Qual sua definição de felicidade? Momento. Disponibilidade para ser feliz e entender que são momentos mais o nosso olhar (positivo ou não) sobre as situações.
7. O papel da mãe é… Amar e cuidar.
8. Você sente que seu companheiro está arrasando quando… Não paro de admirá-lo.
9. Qual seu estado de espírito agora? Plena (rsrsrs).
10. Mãe também é gente quando… Se diverte. Sem o filho.
11. Você tem uma heroína da vida real? Minha mãe!
12. Se você não fosse você, quem gostaria de ser? Nunca pensei nisso, mas talvez alguém com influência e poder pra melhorar a vida de quem mais precisa nesse país.
13. Qual foi o livro que marcou sua vida? Abusado, do Caco Barcellos.
14. O paraíso é… Onde você quer estar.
15. O inferno é… Viver longe do que te faz feliz.
16. Minha família é… Minha base e referência.
17. Me sinto uma supermãe quando… Meu filho me agarra e fala que me ama.
18 . O que eu mais aprendi com os seus pais… Que são seres humanos e falham como qualquer outro. Mas aprendi muito com eles sobre amor incondicional.
19. O que quero deixar pro meu filho… Conhecimento, amor ao próximo e empatia.
20. Onde quero estar daqui a 10 anos… Bem sossegada curtindo meu filho em algum lugar com natureza exuberante. E continuar trabalhando com o que amo.

Leia também:

-Publicidade-

Negra Li abre o coração: “Mãe também é gente quando erra”

Douglas Silva fala sobre paternidade: “Me sinto superpai quando minha filha fala que me ama”

Fernando Medeiros responde 20 perguntas sobre paternidade

-Publicidade-