Pai solo que adotou menina com Síndrome de down rejeitada mostra família feliz na quarentena

Ele é homossexual e lutou muito para conseguir adotar a garota, hoje eles passam pelo isolamento social juntos e na companhia de um gato

Resumo da Notícia

  • Pai solo mostra como a filha cresceu e apresenta novo membro da família nas redes sociais
  • Homossexual, ele lutou muito para conseguir adotar a menina
  • Ela tem síndrome de down e foi rejeitada por 20 casais antes de ser adotada por ele
  • Veja como a família está no momento
Pai solo mostra como filha cresceu (Foto: reprodução Instagram / @trapaluca)

O isolamento social pode ser difícil, mas quando o momento é compartilhado com a família, se torna um pouco mais tranquilo. Luca Trapanese sabe bem disso. Você lembra dele? O italiano é homossexual e pai solo. Ele adotou uma garota com síndrome de down que havia sido rejeitada por 20 casais, em 2018.

-Publicidade-

Com a atual crise que estamos passando, o pai compartilhou uma foto com a filha nas redes sociais, mostrando mais um integrante da família: um gato. “Família Fella trapanese Stellamia … temos um sobrenome longo”, brincou ele na publicação.

Lucas sempre quis adotar uma criança com necessidades especiais, mas na Itália somente casais heterossexuais casados ​​entre 18 e 45 anos podem adotar filhos. Mesmo assim, segundo informações do portal Só Notícias Boas, ele conseguiu quebrar as regras e finalmente realizou o sonho no final de 2018.

-Publicidade-

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-