Peixe: entenda por que ele não pode faltar na introdução alimentar do seu filho

Uma alimentação saudável é fundamental para o desenvolvimento do bebê. Para te dar uma mãozinha, te mostramos como preparar e todos os benefícios que o peixe pode trazer

Resumo da Notícia

  • Saiba como introduzir o peixe na alimentação do seu filho
  • Entenda todos os benefícios que ele pode trazer
  • Veja duas opções de como preparar

Você sabia que o peixe pode fazer uma super diferença na introdução alimentar do seu filho? Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria, o alimento pode começar a ser inserido a partir do sexto mês de vida. Além de ser bastante nutritivo, ele é rico em proteínas, ferro, zinco e vitaminas do complexo B.

-Publicidade-
Veja como introduzir o peixe na alimentação do seu filho (Foto: Reprodução/ Parents)

Para te explicar mais sobre o assunto, conversamos com a nutróloga Dra. Ana Luísa Vilela, que tirou as principais dúvidas sobre o processo. Com dicas de ouro, saiba como introduzir o peixe na alimentação do seu filho e a importância dele para o desenvolvimento do bebê.

Quais são os benefícios?

Por possuir ômega 3, umas das principais “gorduras do bem” do organismo, o peixe pode ajudar no equilíbrio do colesterol e evitar diversas inflamações do corpo. “São proteínas que ajudam na construção dos músculos e no crescimento, além de serem ricos em sais minerais”, complementa a nutróloga.

-Publicidade-

Como armazenar?

Após o preparo, Ana aconselha que ele seja consumido no mesmo dia ou, no máximo, um dia na geladeira. Assim que comprar, é importante que o peixe esteja sempre fresco e não seja descongelado em temperatura ambiente. Antes do consumo, sinta o odor e nunca congele após descongelar.

Xô, espinha!

Durante o preparo, é muito importante tomar cuidado com a espinha do peixe. Antes de servir o alimento para o bebê, verifique se não sobrou nenhum pedaço e desfie com as mãos em um prato.

Como escolher o peixe certo?

O peixe fresco precisa ter os olhos saltados e brilhantes, apresentar as guelras em vermelho vivo, elástico ao toque, corpo rijo, escamas resistentes e pele lustrosa. “Os peixes de mar são os mais indicados, porque são mais ricos em nutrientes, já os de rio possuem menos contato com sódio e o iodo, portanto é importante mesclar os dois e variar na alimentação”.

Veja duas receitas para te ajudar no processo (Foto: Shutterstock)

Introduzindo o peixe na alimentação

Para começar, é essencial cozinhá-lo com pouca água, ou cozinhá-lo no vapor. Na hora de cozinhar, você pode utilizar temperos naturais, mas vale lembrar que sempre em pouca quantidade. Veja abaixo duas receitas especiais para bebês, a partir do manual “Tem Peixe no Papá do Neném” (clique aqui para baixar), desenvolvido pela médica veterinária Maíra Cardoso, em coautoria com André Medeiros e Fernando Tuna, da FIPERJ – Fundação Instituto da Pesca do Estado, para você começar a introduzir o peixe na alimentação do seu filho agora mesmo!

Peixe com legumes no papillote

Ingredientes:

  • 1 filé do peixe da sua preferência, sem espinha
  • Azeite
  • 1⁄2 tomate cortado em rodelas
  • 1⁄4 de cebola cortada em rodelas
  • 1⁄2 cenoura cortada em rodelas
  • 1 colher de sopa de espinafre picado ou floretes de brócolis

Modo de preparo:

Arrume o filé de peixe no meio de um pedaço de papel-alumínio grande, em um tabuleiro. Tempere com sal para os maiores de um ano ou a critério do pediatra. Regue com azeite. Cubra com os vegetais. Regue com mais azeite e uma concha de água filtrada. Una as pontas do papel-alumínio e torça, como se fosse uma bolsa (Figura 20), deixando espaço para o vapor circular, já que é ele que irá cozinhar o peixe, mantendo a carne suculenta. Preaqueça o forno e asse em fogo médio por aproximadamente 25 minutos, até que esteja bem cozido. Desfie e preste atenção se não sobrou nenhuma espinha antes de oferecer ao bebê. Sirva com cereal (ex.: arroz, milho, macarrão) e leguminosa (ex.: feijão, lentilha, ervilha) de sua preferência.

Peixe cozido com legumes

Ingredientes:

  • 1 filé de peixe de sua preferência, sem espinha
  • 1 cenoura pequena cortada em cubos
  • 1/2 batata-doce cortada em cubos
  • 1 colher de sopa de espinafre picado
  • 1 colher de sopa de cebola picada
  • 1 colher de café de alho batido

Modo de Preparo:

Doure em óleo vegetal a cebola e o alho, refogue o peixe até ficar grelhado. Adicione os legumes. Cubra com água filtrada e deixe cozinhar por 30 minutos. Ajuste o sal para maiores de um ano ou a critério do pediatra. Amasse ou desfie (de acordo com a idade do bebê), prestando atenção se não sobrou nenhuma espinha antes de oferecer ao bebê. Sirva com cereal e leguminosa de sua preferência.

-Publicidade-