Príncipe Harry está de “coração partido” e Meghan Markle desabafa sobre a realeza: “Não está funcionando para mim”

Ele e a esposa, Meghan Markle, decidiram abdicar da realeza na última quarta-feira, dia 8 de janeiro

O casal anunciou que gostariam de ser independentes financeiramente (Foto: reprodução/ Getty Images)

Depois do anúncio sobre a renúncia dos cargos reais de Meghan Markle e o marido, o príncipe Harry, na última quarta-feira, dia 8 de janeiro, a Família Real aparentou estar muito surpresa com o anúncio do casal. O neto da rainha Elizabeth II decidiu marcar um encontro com ela nesta segunda-feira, dia 13 de janeiro.

-Publicidade-

Segundo o site O Globo, o príncipe Harry está de “coração partido” depois da decisão de deixar de ser um “membro sênior” da realeza. Segundo fontes, ele precisou escolher entre a avó e a esposa, Meghan Markle. “Harry está sob intensa pressão. É triste. Ele ama a rainha. Ele ama este país”, disse uma fonte ao The Times. “Isso realmente vai partir o coração dele. E não acho que é isso que ele realmente quer”, contou.

O encontro reuniu o príncipe Harry, a rainha Elizabeth II e o príncipe William, irmão de Harry, e será a primeira vez que ele se encontra com a família após o acontecimento. Enquanto isso, Meghan ainda está no Canadá com o filho do casal, Archie.

-Publicidade-

A reunião foi marcada para decidirem assuntos sobre a segurança de Harry, Meghan e Archie, já que eles não moraram mais nas propriedades da Família Real. Uma fonte disse que um dos motivos da renúncia foi porque a esposa do príncipe não estava se adaptando à realeza.  “Ela pensa: ‘Não está funcionando para mim'”.

Leia também: 

Museu em Londres retira estátuas de Harry e Meghan Markle após anúncio de saída da família real

Pai de Meghan Markle abre o jogo e fala o que pensa sobre a renúncia da filha após receber notícia

Meghan Markle assina contrato com a Disney e conta o que vai fazer com o dinheiro recebido

 

-Publicidade-