Tire todas as dúvidas sobre intolerância à lactose e alergia à proteína do leite de vaca

Para identificar os sintomas e garantir um desenvolvimento saudável, a Pais&Filhos tem um encontro marcado com SupraSoy. Veja como identificar os sinais que seu filho pode dar sobre o problema

Resumo da Notícia

  • Se seu filho sente alguns sintomas específicos depois de ingerir leite, pode ser um sinal de intolerância à lactose ou alergia à proteína do leite de vaca
  • As duas condições têm causas e riscos bem diferentes
  • Vamos tirar as principais dúvidas sobre o assunto

Se seu filho sente cólica, desconforto, gases, tem diarreias frequentes e, eventualmente, até vômitos depois de ingerir leite, ou alimentos feitos com derivados de leite, pode ser um sinal de intolerância à lactose ou alergia à proteína do leite de vaca. Antes de qualquer coisa, é importante falar que apesar de os sintomas serem parecidos, as duas condições têm causas e riscos bem diferentes. Por isso, é importante ficar sempre de olho nos sintomas que o seu filho apresenta. Com isso, vamos tirar dúvidas sobre esse assunto, falar dos benefícios da proteína vegetal na nutrição das crianças e a imunidade na alimentação da família.

-Publicidade-
Sintomas como desconforto, cólica ou diarreias após beber leite podem significar intolerância à lactose (Foto: Getty Images)

Quando o organismo de alguns bebês e crianças não reagem bem com os componentes do leite, os sinais podem aparecer como alergias na pele, mau funcionamento do intestino e dificuldades respiratórias. Apesar dos sintomas da intolerância à lactose e a alergia à proteína do leite de vaca (APLV) serem bastante parecidos, a nutricionista Lara Natacci, mãe de Vitor, Bárbara e Júlia, explica que as duas condições possuem causas e riscos bem diferentes uns dos outros.

“Raramente bebês ou crianças com alergia à proteína do leite de vaca apresentam, concomitantemente, intolerância à lactose. Por outro lado, nos casos de enterocolite alérgica, podem apresentar intolerância nas primeiras semanas, de forma secundária à lesão de mucosa intestinal”, conta.

-Publicidade-

Enquanto a intolerância à lactose está ligada com uma reação do sistema digestivo, a alergia à proteína do leite de vaca se relaciona a uma defesa do sistema imunológico. No caso do primeiro, é mais frequente a presença em adultos e idosos, enquanto o segundo costuma aparecer em bebês e crianças.

Alergia ao leite de vaca pode trazer sintomas diferentes da intolerância

Na alergia à proteína do leite de vaca, é importante ainda ficar em alerta aos sinais de coriza, crises de espirro, coceiras e manchas avermelhadas na pele. Vale lembrar que os sintomas também podem aparecer mesmo quando uma quantidade pouca de leite ou derivados é ingerida.

Já para a intolerância, a nutricionista reforça: “A quantidade de lactose que irá causar sintomas varia de indivíduo para indivíduo. Depende de quanto e da forma que a lactose for ingerida e do grau de deficiência da enzima lactase, mas, normalmente, são transitórios e não causam danos ao trato gastrointestinal”.

Para te contar mais ainda sobre o assunto, a Pais&Filhos se uniu com SupraSoy para conversar sobre “A intolerância a lactose e alergia à proteína do leite de vaca (APLV) e os benefícios da proteína vegetal na nutrição das crianças e imunidade na alimentação da família” em uma live para lá de especial.

Quem vai comandar esse bate-papo será nossa editora-executiva, Andressa Simonini, filha de Branca Helena e Igor, com a nutricionista Dra Lara Natacci. Fique de olho em nossas redes sociais para não perder nenhum detalhe do encontro. Vamos transmitir o bate-papo em tempo real através de uma live no Instagram e Facebook da Pais&Filhos e também pelo Instagram de SupraSoy, a partir das 15h.

-Publicidade-