Gravidez

Mãe de trigêmeos mostra a barriga um ano após do parto e desabafa: “Não é a visão mais bonita”

Maria é mãe de Ibe, Filip e Agnes

Nathalia Lopes

Nathalia Lopes ,Filha de Márcia e Toninho

Ela diz que isso não afeta a forma que ela vê a vida (Foto: Reprodução/triplets_of_copenhagen)

A gravidez é um momento único e mágico, mas ela trás consigo várias transformações. A barriga começa a crescer, a pele e o cabelo se transformam, os seios incham, os hormônios ficam a flor da pele e muito mais. Por isso, uma mãe dinamarquesa quis registrar tudo que aconteceu com o corpo dela enquanto ela esperava pelos filhos.

Maria engravidou espontaneamente de trigêmeos e compartilhou toda a gestação através do Instagram. Mas o que chamou mesmo a atenção dela, foi como a barriga está mesmo depois de um ano nascimento. Ela publicou uma foto sem camiseta, apenas de top e mostrou que nem sempre o nosso corpo vai ficar igual os das redes sociais e tá tudo bem com isso.

A mãe de Ibe, Filip e Agnes ainda escreveu um texto para dizer como foi a e experiência dela com o pós-parto. Maria admite que não ama o corpo dela, mas que ela faz de tudo para que isso não afete a forma que ela vê a vida, no texto ela ainda comentou que foi diagnosticada com diástase abdominal.

“Meu corpo pós-parto está em constante mudança e, agora, 12 meses após o o nascimento dos trigêmeos, estou no meu peso de antes, mas ainda tenho um pouco de barriga. Quanto mais diminui, mais flácida fica a pele, o que não é a visão mais bonita. Mas isso não me deixa triste ou com raiva. É mais um pouco “blá”, e às vezes tenho que rir um pouco quando me vejo no espelho, minha blusa desliza e meu excesso de pele escapa acima das calças”, começa com bom humor. 

Maria deu à luz no dia 12 de setembro de 2018 (Foto: Reprodução/@triplets_of_copenhagen)

“Então, eu não amo meu corpo pós-parto, como muitas outras dizem que amam, mas também não odeio. Eu simplesmente não deixo isso me afetar. É o que é, ainda é um processo e eu aceito isso. A pior parte é que parece que algo está errado com a minha barriga – ainda consigo ver meu intestino se mexer quando estou deitada de costas e tenho um núcleo muito fraco, que faz com que eu tenha dores nas costas.

⁣Após a consulta de hoje deu para ver que eu ainda tenho uma separação de 5cm por 20 cm dos meus músculos abdominais. Parece que provavelmente estamos caminhando para uma cirurgia que fixará a diástase e removerá o excesso de pele. A decisão final será tomada no meu próximo check-up daqui a 6 meses e como esse procedimento tem uma longa recuperação, ele será executado após os trigêmeos completarem dois anos.

“Eu recebi muitos comentários nas minhas postagens da barriga e sigo grupos de apoio no Facebook para pessoas que fizeram esse tipo de cirurgia e a maioria delas parece realmente feliz com o resultado. Portanto, mesmo que seja um procedimento pesado e recuperação longa, acho que valerá a pena”, encerra.

Leia também: 

Ivete Sangalo publica foto com barriga de grávida ao lado de Fátima Bernardes

3 coisas que você precisa saber sobre diástase

10 mães que decidiram mostrar seus corpos no pós-parto e as fotos são inspiradoras

Fique por dentro do conteúdo da Pais&Filhos: