Saúde

Laboratório no Reino Unido consegue produzir leite materno

Cientistas modificaram geneticamente uma espécie de planta para produzir gordura parecida com a humana

Aline Bravo

Aline Bravo ,Filha de Valdeles Monica e Waldecir

Com a nova descoberta, os Ingleses conseguiram se aproximar da estrutura humana. (Foto: reprodução / Rothamsted Research)

Um laboratório no Reino Unido conseguiu pela primeira vez produzir leite materno. A base de plantas modificadas geneticamente para produzir óleo parecido fisicamente com a gordura humana, a formula está sendo comemorada no cenário mundial.

Grande parte das calorias do leite humano vem de uma molécula chamada de triaglicerol, porém nas formulas industrializadas essa gordura vem das plantas que não possuem a mesma estrutura química do corpo humano. Com a nova descoberta, os Ingleses conseguiram se aproximar da estrutura humana.

“Na gordura do leite humano, os ácidos graxos saturados estão ligados ao ponto médio do ‘esqueleto’ central da molécula de triacilglicerol, dando a ela uma estrutura distinta, e evidências de vários ensaios clínicos sugerem que isso ajuda na absorção de nutrientes no intestino infantil.

No entanto, a gordura usada na maioria das fórmulas infantis é derivada de plantas, onde esses ácidos graxos saturados quase sempre se ligam às extremidades da ‘espinha dorsal’ [da molécula],” ressaltou Peter Eastmond, pesquisador da Rothamsted Research, uma ONG do Reino Unido.

Leia também:

“Seu filho não precisa do seu leite, ele precisa de você”

Menina de dois anos fica entre a vida e a morte após beber leite em excesso e mãe faz alerta

Marília Mendonça começa a produzir leite materno e encanta internautas