Criança não sobrevive após contrair “ameba comedora de cérebro” em brincadeira com água

A Naegleria fowleri é muito rara e causa uma infecção grave chamada de meningoencefalite amebiana primária

Resumo da Notícia

  • Uma criança estava brincando em uma fonte recreativa
  • Pegou uma ameba comedora de cérebros
  • Morreu no dia 11 de setembro

Uma criança morreu após contrair uma “ameba comedora de cérebro” em uma fonte aquática recreativa do condado de Arlington, Texas, nos Estados Unidos. O óbito foi confirmado pelas autoridades nesta última segunda-feira, 27 de setembro. A criança, que morreu em 11 de setembro, teve a identidade protegida e nenhum outro detalhe sobre ela foi divulgado.

-Publicidade-

A criança foi hospitalizada no dia 5 de setembro com diagnóstico para meningoencefalite amebiana primária. Essa é uma infecção considerada rara pelos especialistas e é frequentemente fatal. A infecção foi causada por uma ameba chamada Naegleria fowler , de acordo com um comunicado à imprensa conjunto do Departamento de Saúde Pública do Condado de Tarrant e da cidade de Arlington.

Ela causa uma infecção chamada meningoencefalite amebiana primária
Ela causa uma infecção chamada meningoencefalite amebiana primária” (Foto: reprodução / vídeo YouTube)

Naegleria fowleri

A Naegleria fowleri é microscópica e unicelular, causando uma grave infecção no cérebro. Geralmente encontrada em água morna, a ameba entra no corpo pelo nariz e atinge o órgão. Ainda não se sabe o estado de saúde do paciente, mas em 97% dos casos pode levar à óbito. Vale lembrar ainda que ela não passa de uma pessoa para a outra.

A infecção, chamada de meningoencefalite amebiana primária, apesar de ser mais comum nos Estados Unidos é rara. Desde 1962 a Flórida registrou 37 casos. Com consequências consideradas fatais, no dia 3 de julho de 2020 foi emitido um alerta para os moradores de Hillsborough, que pedia para evitar o contato da água encanada e de outras fontes com o nariz. Isso pode incluir lagos, rios e canais, onde a contaminação é mais comum por causa da temperatura quente nos meses de julho, agosto e setembro.

Sintomas

Os contaminados com a doença apresentam sintomas como febre, náusea, vômito, rigidez na nuca e principalmente dores de cabeça. Infelizmente, a maioria das pessoas podem chegar à óbito em apenas uma semana. O órgão de saúde pediu ainda para que qualquer pessoa que apresente estes sintomas procure imediatamente um hospital.

Ela pode ser encontrada em água morna
Ela pode ser encontrada em água morna (Foto: reprodução / vídeo YouTube)

“Lembre-se de que essa doença é rara e estratégias eficazes de prevenção podem permitir banhar-se de forma segura e relaxante durante o verão“. É recomendado ainda que ao nadar, manter-se a água distante do nariz e sempre o cobrir com as mãos.

Investigações

O departamento de saúde da cidade iniciou uma investigação e bolou duas possíveis fontes para a exposição à ameba. Uma dela é a casa da família no condado de Tarrant e a fonte do Don Misenheimer Park em Arlington. O posto recreativo foi fechado imediatamente e por precaução outras 3 fontes públicas também foram desligadas até o resto do ano.

O CDC avaliou em 24 de setembro que a criança foi exposta ao organismo durante uma brincadeira nas águas da fonte. Testes futuros provaram que a ameba realmente estava nas águas do parque. “Isso parte meu coração. Sou pai de quatro filhos, avô de cinco crianças de 2 a 7 anos. Não consigo imaginar ter que enterrar uma criança assim”, disse o prefeito de Arlington, Jim Ross, à KTVT, afiliada da CNN.