Criança

Em sala de aula, professor isola criança com câncer por “medo de contágio”

"Conseguem imaginar o quanto meu filho sofreu?", desabafou o pai do menino, que ficava afastado dos colegas na escola

Jennifer Detlinger

Jennifer Detlinger ,Filha de Lucila e Paulo

(Foto: Reprodução/Facebook)

(Foto: Reprodução/Facebook)

Um menino chinês de 13 anos foi isolado das outras crianças na sala de aula pelo próprio professor. Tudo porque ele acreditava que o menino poderia contagiar os demais alunos. Zhou Xiaozhou tem câncer e sofre com um linfoma Non-Hodgkin, doença rara que não pode ser transmitida.

O menino começou a estudar na escola primária de Liancheng, na China, localizada próxima ao trabalho dos pais, que acreditavam que frequentar as aulas o ajudaria a se recuperar dos tratamentos de quimioterapia.

O pai da criança se revoltou ao saber que o professor isolava seu filho dos demais colegas da escola, achando que o câncer de Zhou era transmissível. O caso foi denunciado pelo pai do menino nas redes sociais quando percebeu que o filho não estava indo bem nas provas.

Nas imagens, é possível ver Zhou sentado sozinho. “Conseguem imaginar o quanto meu filho sofreu durante os exames? Foi forçado a ficar ali sentado como um tonto. Quão triste terá ficado?”

Após a denúncia, o professor – que era também vice-diretor da escola – foi suspenso e o colégio abriu uma investigação.

Leia também:

Desabafo: “Sempre existe uma mãe julgando seu jeito de cuidar dos filhos” 

Michael Bublé se emociona ao falar sobre câncer do filho: “É algo muito dolorido”

Ciência prova que não há nada de errado em ter filhos depois dos 35