Criança

MEC pede para professores filmarem os alunos cantando o Hino Nacional nas escolas e gera polêmica

O Ministro voltou atrás e enviou uma nova versão do pedido

Yulia Serra

Yulia Serra ,filha de Suzimar e Leopoldo

As escolas precisariam ler o comunicado para os alunos e executar o Hino Nacional (Foto: Getty Images)

Em e-mail enviado para todas as escolas públicas e privadas do país, o Ministério da Educação (MEC) pediu que os alunos cantassem o Hino Nacional e os funcionários da instituição filmassem trechos deste momento e enviassem para o governo a comprovação. Segundo o pedido, os vídeos deveriam ter até 25MB e informar o nome da escola, número de alunos, professores e funcionários.

Além disso, os diretores também precisariam ler uma carta assinada pelo Ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodriguez, para professores, alunos e demais funcionários com o slogan da campanha de Bolsonaro.

Nota do Ministério da Educação (Foto: reprodução)

“Brasileiros! Vamos saudar o Brasil dos novos tempos e celebrar a educação responsável e de qualidade a ser desenvolvida na nossa escola pelos professores, em benefício de vocês, alunos, que constituem a nova geração”, diz a carta. O documento termina com o slogan usado pelo presidente Jair Bolsonaro durante sua campanha eleitoral: “Brasil acima de tudo. Deus acima de todos”.

Carta do Ministro da Educação (Foto: reprodução)

Após ser alvo de críticas por especialistas, o MEC ressaltou que se trata de um “pedido de cumprimento voluntário” para “valorização dos símbolos nacionais“.

Mas nesta tarde, o MEC voltou atrás e divulgou uma nova versão da carta. O texto não tem mais o slogan da campanha do presidente e de acordo com o Ministério, Vélez considerou o uso da frase no documento um “equívoco”.

O pedido de gravação da leitura da carta e execução do Hino Nacional com os alunos e funcionários da escola não foi retirado. Porém, agora deixaram claro que o vídeo deve ser enviado junto com uma autorização dos pais das crianças. Antes, a permissão seria usada apenas se as imagens fossem divulgadas.

Depois do recebimento dos vídeos, o Ministério vai fazer uma seleção das imagens nas escolas com os trechos da leitura da carta e apresentação do Hino Nacional para uso institucional.

Leia também:

MEC muda regra de idade mínima para matrícula na escola e gera polêmica

“Os alunos de hoje não têm paciência para escolas com modelos antigos”

Policial dá presentes para menino após ver ele ir descalço para a escola e faz um vídeo com a reação