Felipe Araújo é acusado de agredir e ameaçar mãe do filho e provas são divulgadas nas redes sociais

Caroline Marchezi fez um boletim de ocorrência contra o cantor. A assessoria de imprensa do cantor desmentiu o ocorrido

Resumo da Notícia

  • A psicóloga Caroline Marchezi e o cantor Felipe Araujo são pais do menino Miguel, de 1 ano
  • A mulher acusou o cantor de agressão verbal e ameaças
  • Ela decidiu compartilhar um print como prova das ameaças
  • Carol fez um boletim de ocorrência contra o Felipe
Felipe Araujo e Caroline, mãe do pequeno Miguel. (Foto: Reprodução / Instagram @felipearaujocantor)

A psicóloga Caroline Marchezi e o cantor Felipe Araujo são pais do menino Miguel, de 1 ano. Recentemente, a mulher acusou o cantor de agressão verbal e ameaças. Carol fez um boletim de ocorrência contra o Felipe.

-Publicidade-

A mãe do bebê explicou a situação: “Na situação, o genitor do meu filho veio na minha direção, apontando o dedo no meu rosto, com tom de voz alterado, e dizendo a quem quisesse ouvir: ‘vou contratar os melhores advogados e vou tirar o Miguel de você’. Isso não me agrediu como ser humano. Isso me agrediu como mãe. Perdi o sono. Não tenho como lutar contra alguém que tem mil vezes o poder financeiro e midiático que eu tenho. Fiquei pensando ‘meu Deus, se ele quiser me tirar meu filho…o que eu vou fazer?’. Durante essa discussão, ele disse que em uma conversa com sua advogada, a profissional teria dito que a única forma de tirar o Miguel de mim seria se eu fosse pega com uma bolsa cheia de drogas. Me senti extremamente agredida, ameaçada, vulnerabilizada”.

A assessoria de imprensa do cantor desmentiu o que Carol revelou aos fãs e esclareceu: “A defesa de Felipe Araújo refuta veemente todas as alegações feitas. A defesa ainda informa que Felipe jamais ajuizou qualquer ação para reduzir a pensão alimentícia do filho Miguel. Esclarece que QUANDO A SRA CAROLINE ESTAVA GRÁVIDA DE 7 MESES, FELIPE AJUIZOU UMA AÇÃO DE FIXAÇÃO DE ALIMENTOS GRAVÍDICOS (ou seja, antes mesmo da realização de exame de DNA). A defesa de Felipe informa que paga mensalmente ao menor Miguel o valor fixado pelo poder judiciário, e, que mesmo sem realizar qualquer show há mais de 3 três meses vem cumprindo fielmente com o determinado pela decisão judicial”.

-Publicidade-

Constrangida, a psicóloga decidiu compartilhar um print como prova das ameaças: “No dia do nascimento do meu filho, no dia mais feliz da minha vida, eu sofri constrangimento até nesse dia, eu chorei de raiva. eu estou pedindo, pelo amor de Deus, por favor, ao Felipe, aos familiares e alguns amigos dele e assessoria: não me obriguem a ter que expor mais nada, eu estou pedindo por favor, eu não quero expor mais nada, mas eu não vou aguentar vocês mentindo, me desmoralizando, fiquem quietos, é melhor ficar quieto do que mentir porque enquanto vocês mentem daqui, eu desminto daqui! Chega!

Provas divulgadas pela mulher (Foto: reprodução / Instagram @carolmarchezi)
Provas (Foto: reprodução / Instagram @carolmarchezi)
Provas (Foto: reprodução / Instagram @carolmarchezi)

Eu vou continuar lutando pelo direito do meu filho sobre ele não ter uma qualidade de vida tão desnivelada comparada a do pai, eu vou continuar lutando por isso. A questão da pensão está sendo resolvida na justiça. Mulheres não se calem nunca diante de uma ameaça ou qualquer tipo de agressão, não se calem”, concluiu.

Novo aplicativo Pais&Filhos Interativo: teste seus conhecimentos, acumule pontos para trocar por prêmios e leia conteúdos exclusivos! Para baixar, CLIQUE AQUI.