;
Família

Gêmeos idênticos assumem a paternidade da mesma criança e história é de dar nó na cabeça

O caso aconteceu em Cachoeira Alta

Izabel Gimenez

Izabel Gimenez ,filha de Laura e Décio

Eita! (Foto: Reprodução G1 /Tribunal de Justiça )

Em Cachoeira Alta, uma cidade perto de Goiânia, um caso deixou todo mundo sem entender nada! Dois irmãos gêmeos foram processados e devem registrar e pegar pensão da mesma filha, já que o exame de DNA não conseguiu provar quem é o pai. Os dois são univitelinos, portanto, tem o código genético igual sendo impossível saber de quem o bebê é filho.

A identidade dos pais está sendo mantida em segredo, mas de acordo com a decisão cada réu culpava o outro e não chegaram a nenhuma conclusão. Por isso, o juiz responsável pelo caso decidiu que os dois serão considerados pais e cada um precisa pagar a pensão alimentícia da filha no valor de 30% do salário mínimo.

“Um dos irmãos, de má-fé, busca ocultar a paternidade. Referido comportamento, por certo, não deve receber guarida do Poder Judiciário que, ao revés, deve reprimir comportamentos torpes, mormente no caso em que os requeridos buscam se beneficiar da própria torpeza, prejudicando o direito ao reconhecimento da paternidade biológica da autora, direito este de abrigo constitucional, inalienável e indisponível, intrinsecamente ligado à dignidade da pessoa humana (art. 1º, inciso 3, da Constituição da República)”, destacou o juiz, de acordo com o G1. 

A mãe da menina se relacionou com um dos gêmeos, mas não sabe qual deles foi. “Ele me contou que tinha um irmão gêmeo, mas não cheguei a ser apresentada. Na hora, não desconfiei de nada”, relembra em depoimento.