Golpe por WhatsApp! Link com Informações falsas sobre coronavírus rouba dados pessoais

Nas ultimas semanas algumas pessoas caíram em golpes pela internet ao acessarem links com informações falsas sobre novas recomendações da situação de pandemia. Roubo de informações pessoais é a principal intenção dos criminosos

Resumo da Notícia

  • Como criminosos estão usando informações sobre coronavírus para golpes
  • Ciberataques tem sido enviado via WhatsApp
  • Links falsos roubam informações pessoais
  • Preste atenção nas fontes de informação e não acesse links desconhecidos
Homem de máscara usando o celular (Foto: Getty Images)

Desde que Organização Mundial da Saúde anunciou que estamos passando por um momento de pandemia por conta da forte transmissão do coronavírus, o assunto ficou em alta desde então. A questão é que muitas pessoas mal intencionadas podem se aproveitar do momento.

-Publicidade-

De acordo com detetores de ameaças feitas pela internet, organizações maliciosas distribuem códigos maliciosos e fraudam campanhas invisíveis, com informações ‘inusitadas’ sobre o momento, e assim atraem pessoas a acessarem os links e disponibilizarem informações pessoais.

Países como Colômbia, Itália e Espanha foram atacados com ataques cibernéticos como esse. Os casos são bem parecidos entre si, onde a maioria são compartilhados via WhatsApp e Facebook, usando identidades falsas do Ministério da Saúde e oferecer recomendações sobre como se prevenir nesse momento.

-Publicidade-

De acordo com uma empresa que rastreia ataques cibernéticos como esses, o ideal é somente acessar links de veículos jornalísticos oficiais e não aceitar solicitação de mensagens de usuários desconhecidos. “Recomendamos que os usuários sejam vigilantes. Se você receber um e-mail ou mensagem que inclua um link ou anexo usando o tema coronavírus, lembre-se de que pode ser uma farsa. É recomendável não baixar ou abrir o arquivo nem o link. A conscientização é um ponto-chave para tomar as medidas necessárias e, assim, proteger o equipamento e as informações contidas nele”, completou Camilo Gutiérrez, chefe de Pesquisa da ESET América Latina.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-