Mãe de gêmeos com cor de pele diferente conta qual pergunta racista ouve todos os dias

Stacy, é mãe de Daniel, que tem a pele preta e David, que tem a pele branca. A mãe que mora na Nigéria, tomou um choque no momento do parto, mas o pior para ela são as perguntas inconvenientes que tem recebido. Entenda por que questionar a cor dos meninos, não é correto

Resumo da Notícia

  • Mãe sofre com perguntas racistas sobre filhos
  • Os gêmeos David e Daniel nasceram com cores de pele diferentes
  • Ela conta como é frustrante os questionamentos
Mãe relata como é ter gêmeos, com cores de pele diferente (Foto: Reprodução/ Instagram @danielanddavid2)

Em primeiro de fevereiro de 2019, Stacy deu á luz a meninos gêmeos, que mostraram para ela como a cor da pele não define sangue da família. A família que mora na Nigéria, se surpreendeu ao ver que um dos bebês não tinha a pele preta, como o resto dos parentes. David é albino, condição genética que causa falta de melanina, e por isso tem a pele e os cabelos claros.

-Publicidade-

De acordo com informações do portal Bored Panda, Stacy não sabia que o bebê era albino até o dia do nascimento e quando os médicos deram a notícia, diversas enfermeiras vieram olhar as crianças, por curiosidade”. Segunda um estudo, mais de 600.ooo albinos sofrem com discriminação ou bullying, na Nigéria.

“Sempre tem alguém cochichando ou fofocando quando saímos em publico. As pessoas geralmente querem saber como isso aconteceu, ou talvez porque ambos são naturalmente adoráveis, querem chegar perto e conversar”, explicou Stacy. A rotina e vida dos gêmeos é compartilhada no Instagram oficial, que atualmente já passa de 18 mil seguidores.

-Publicidade-
Novo aplicativo Pais&Filhos Interativo: teste seus conhecimentos, acumule pontos para trocar por prêmios e leia conteúdos exclusivos! Para baixar, CLIQUE AQUI.