Médicos brasileiros salvam criança venezuelana com tumor raro no rosto

Gadiel veio com a família para o Brasil a procura de um tratamento, graças à ajuda de uma voluntária e a solidariedade médica, hoje ele já está bem melhor

Resumo da Notícia

  • Médicos brasileiros salvam criança venezuelana com tumor raro no rosto
  • O menino veio com a família para o Brasil a procura de tratamento
  • Devido à situação da Venezuela, ele não conseguiria se tratar lá
  • Veja a história completa

Gadiel é venezuelano saiu do país com a família em busca de um tratamento. O garoto chegou no Brasil há 7 meses com um tumor grande e raro no rosto, que não poderia ser tratado na Venezuela devido às dificuldades que o país vem enfrentando. Depois de chegar no Brasil, a família do garoto se deparou com a solidariedade e a competência médica brasileiras e agora o edema de Gadiel diminui diariamente.

-Publicidade-

“Ele está reagindo muito bem ao tratamento e o tumor do seu rosto está cada dia menor. Na semana passada ele completou 3 anos de idade com um sopro de vida!”, comemoram os pais do garoto em uma publicação no Instagram do Refúgio 343.

Médicos brasileiros salvam criança com tumor raro no rosto (Foto: refúgio 343 / reprodução SóNotíciaBoa)

Boa parte da evolução aconteceu graças à voluntária Viviane Albuquerque. A brasileira cedeu a casa, que fica em Barretos,  no interior de São Paulo – onde existe um hospital especializado em câncer – para abrigar a família do Gadiel durante o tratamento. A voluntária os conheceu por meio da organização Refúgio 343, que ajudam famílias como a dele a se inserir e chegar onde precisam quando chegam no Brasil. Depois de conhecer a história do menino, Viviane logo se ofereceu para ajudar e hoje estão mais próximos que nunca.

-Publicidade-

Apesar das dificuldades ao chegar no Brasil, os pais de Gadiel aos poucos estão conseguindo se estabilizar no país. Enquanto a mãe, Anayinsi Sumoza, de 26 anos, acompanha o filho no tratamento, o marido dela, José Carlos Jimenez, de 25 anos trabalha na indústria local, para manter a família. Ele arrumou emprego na linha de produção de uma agroindustrial e aos poucos está reconstruindo a vida por aqui.

-Publicidade-