Menina é diagnosticada com câncer raro após médicos dizerem que sintomas eram falsos

Elizabeth Osborne, de 6 anos, passou por 8 consultas no hospital ao lado da mãe Elizabeth até a equipe descobrir um linfoma de Hodgkin

Resumo da Notícia

  • Uma menina de seis anos foi diagnosticada este mês com um câncer de sangue raro após os médicos falarem que ela estava "fingindo" os sintomas
  • Elizabeth Osborne começou a reclamar para a mãe sobre fortes dores no quadril
  • O desespero da garota era tanto que Emma procurou o hospital oito vezes até conseguir uma resposta

Uma menina de seis anos foi diagnosticada este mês com um câncer de sangue raro após os médicos falarem que ela estava “fingindo” os sintomas. Tudo começou quando Elizabeth Osborne começou a reclamar para a mãe sobre fortes dores no quadril. O desespero da garota era tanto que Emma procurou o hospital oito vezes até conseguir uma resposta – que demorou para aparecer.

-Publicidade-
Os pais firam aliviados com uma resposta (Foto: Reprodução / Daily Mail)

Mãe e filha foram ficando cada vez mais frustradas a medida que todos os exames de sangue e raios-X voltavam dos médicos como “perfeitos”. Em entrevista ao Mirror, Emma conta que a criança acordava gritando a noite de dor. “Eu estava ficando muito chateada porque, no fundo, sabia que algo não estava certo com a minha filha, e que era algo mais profundo”, diz.

No meio da busca por respostas, uma médica de plantão chegou a sugerir para os pais que a menina estava fingindo os sintomas para receber atenção e agrados da família. A situação só mudou quando um caroço na bochecha de Elizabeth levantou suspeitas mais sérias.

-Publicidade-
Elizabeth tem 6 anos (Foto: Reprodução / Daily Mail)

Na época, a menina foi diagnosticada com linfoma de Hodgkin, um tipo de câncer de sangue. “Ela foi diagnosticada no início deste mês e foi direto para o hospital para iniciar a quimioterapia. Meu marido ficou muito abalado, mas fiquei um tanto aliviada agora que tinha respostas”, fala a mãe.

Elizabeth começou o tratamento logo após a descoberta, no dia 6 de outubro. Desde então, está resistindo bem e continua dançando e fazendo brownies, seus hobbies preferidos. A família quer conscientizar outros pais a acreditarem nos seus filhos e pedirem segundas opiniões – ou oitavas – até que tenham a certeza de que está tudo bem. “Sua jornada é longa, mas queremos que ela se sinta bem”, finaliza Emma.

O câncer afeta o sangue (Foto: Reprodução / Daily Mail)

App Pais&Filhos

Tem novidade na área: o novo aplicativo Pais&Filhos Interativo! Agora você pode ler conteúdos exclusivos, feitos com muito carinho pela equipe da redação da Pais&Filhos com toda a credibilidade, comprometimento e bom humor de sempre, e ainda testar seus conhecimentos sobre os principais assuntos do universo da parentalidade.

Já que ninguém cria filho sozinho, a Pais&Filhos se enxerga como parte da sua rede de apoio e para isso, disponibilizamos no aplicativo informações de qualidade sobre todas as fases da vida da criança, seja você pai ou mãe, grávida, ou até mesmo se você ainda for tentante.

Além disso, a plataforma ainda oferece quizz de perguntas e respostas para você testar seus conhecimentos sobre os mais diversos assuntos deste universo. Ao fazer o teste, você acumula pontos, e de quebra pode trocar por prêmios.

O Pais&Filhos interativo está disponível para iOS e Android, basta acessar a PlayStore ou a Apple Store direto do seu celular, baixar e fazer seu cadastro.

-Publicidade-