SP deve definir a nova data para o retorno das aulas presenciais até a próxima semana

O governador João Doria disse nesta quarta-feira que o estado irá definir quando acontecerá a reabertura das escolas até o dia 8 de agosto

Resumo da Notícia

  • Dória deverá anunciar nova data para retorno das aulas presenciais
  • A princípio a volta aconteceria no dia 8 de setembro
  • O governador pretende soltar a nova data até o dia 8 de agosto
  • Dória fez alguns ajustes no plano de flexibilização da quarentena, acelerando o retorno de algumas atividades

O governador de São Paulo, João Doria, disse nesta quarta-feira, 29 de julho, que o estado deverá definir a data de retorno às aulas presenciais até o dia 8 de agosto. Até o momento, a data prevista pela Secretaria da Educação para a volta é dia 8 de setembro. O secretário da Educação, Rossieli Soares, dará mais detalhes sobre as aulas presenciais e calendário escolar de 2020 em uma coletiva de imprensa que será realizada na próxima segunda-feira, 3 de agosto.

-Publicidade-
Volta às aulas presenciais em São Paulo (iStock)

Na última terça-feira, 28 de julho, o governador de São Paulo alterou os critérios de flexibilização da quarentena no estado, a fim de acelerar a reabertura. Essa mudança alterou, também, o calendário para o retorno das aulas presenciais. Antes, todos as 17 regiões do estado deveriam estar por, pelo menos, 28 dias na fase 3 amarela do plano de flexibilização para retomar as atividades. Atualmente, com a mudança, a contagem dos 28 dias começa quando o estado atingir 80% das regiões na fase 3.

Para que o retorno das aulas seja autorizado, no entanto, é necessário que ao final destas quatro semanas, todo o estado esteja na etapa 3 amarela. De acordo com o portal Exame, atualmente, a maior parte do estado está na fase 2 laranja. Três regiões estão na fase 1 vermelha e outras cinco estão na fase 3.

-Publicidade-

-Publicidade-