Mãe pula em vala sem saber nadar para salvar a filha e prova que instinto materno é real

Carina e Allana tomaram um baita susto, mas passam bem

Allana está bem e em casa com a família (Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal/A Tribuna)

Muitas coisas que as mães fazem pelos seus filhos muitas vezes não conseguem ser explicadas apenas pro pensamentos racionais, muitas vezes as mães agem por puro instinto materno. Foi o que aconteceu com Carina, mãe de Allana Kassandra, que, mesmo sem saber nadar, pulou em uma vala de esgoto para salvar a filha.

-Publicidade-

O caso aconteceu no último dia 16 de agosto em Mongaguá, no litoral sul de São Paulo. Allana e mais um menino brincavam na calçada da avenida atlântica, enquanto Carina conversava com a vizinha. Foi quando a menina escorregou e caiu na vala de captação de água do esgoto.

Carina conversou com A Tribuna, impressa local, e contou mais detalhes do susto que ela e a filha passaram. “Cheguei a ver ela afundando e sumindo na água, foi aí que pulei para salvá-la. A vala é muito funda, tem quase dois metros de profundidade, e eu não sei nadar. Foi instinto materno“.

-Publicidade-

Os primeiros socorros 

Depois que conseguiu tira a filha da vala, ela se assustou com as condições na qual a menina se encontrava. Allana estava toda coberta por uma lama preta e desacordada, a mãe da menina ainda conta que fez manobras de de primeiros socorros e então a filha vomitou a água escura que tinha engolido.

“Quando ela abriu o olho. Pedi ajuda para os vizinhos e consegui dar um banho, porque o cheiro estava muito forte, e a levar de carro ao hospital“, explica Carina. Ela só não esperava ser mal atendida.

Sim, no hospital, segundo A Tribuna, o médico disse que não poderia fazer nada em relação a menina a não ser esperar para ver se ela teria algum sintoma mais forte. “Também falou que só deixaria ela sob observação durante duas horas porque eu pedi”, conta a mãe depois do susto.

A preocupação de Carina era com o fato da filha já ter tido meningite bacteriana e por isso, ela de vez em quando tem episódios de epilepsia. “Meu medo é que ela tenha uma crise enquanto estou dormindo. É um absurdo ela não ter recebido um atendimento melhor”.

Foi nesta vala que tudo aconteceu (Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal/A Tribuna)

O posicionamento da prefeitura

Eles apenas emitiram uma nota dizendo que a vala permanecerá aberta por conta da capitação de águas da chuva e apenas lamentou o fato de Carina e Allana não terem recebido um bom atendimento no hospital da cidade. “Quanto ao atendimento no Hospital Municipal, considerando-se a conduta médica, a avaliação diagnóstica não acarretou internação, somente observação aproximada de duas horas. Não houve relatório negativo quanto ao estado de saúde da paciente. Na liberação, foi entregue para a mãe uma receita de medicação e ela foi orientada pela equipe de Enfermagem a retornar à unidade numa eventual alteração de quadro”.

O importante é que Allana está bem, ainda tem alguns episódios de vômito, mas está sendo muito cuidada e amparada pela mãe. A Pais&Filhos deseja que ela se recupere 100% o mais rápido o possível e que essa mãe possa conseguir descansar depois desse susto.

Leia também: 

Vídeo: mãe tem reflexo incrível e salva criança de queda perigosa através do guarda-corpo

Muito emocionante: Mãe arrisca a vida e salva os três filhos de incêndio 

Brumadinho: mãe consegue salvar a vida de filho de 7 meses e emociona 

-Publicidade-