Seria o começo da cura? Chineses estudam célula do coronavírus para impedir que se multiplique

Os cientistas testaram 10 mil substâncias que poderiam interromper a replicação do Sars-CoV-2 e encontraram 6 compostos que podem ser cruciais na produção de vacinas e medicamentos

Resumo da Notícia

  • Cientistas chineses mapeiam enzima do coronavírus para inibir reprodução
  • Eles encontraram 6 compostos que podem ser cruciais na produção de vacinas e medicamentos
  • Para acelerar as pesquisas, eles disponibilizaram esse resultado para 300 grupos de pesquisa
  • Veja como foi feito esse estudo
Pequisadores fazem novas previsões a respeito do coronavírus no Brasil (Foto: Getty Images)

Um estudo feito na Universidade SanghaiTech, na China anunciou uma descoberta que poderá ajudar na luta contra o novo coronavírus. O estudo, que foi publicado pela revista Nature, identificou a estrutura da principal protease, a enzima que constitui o novo coronavírus – Sars-CoV-2.

-Publicidade-

A enzima é chamada Mpro e tem um papel fundamental nos processos de duplicação, na divisão celular, que faz com que o vírus se espalhe rapidamente. Com essa descoberta, os pesquisadores poderão desenvolver medicamentos e substâncias que possam bloquear os processos de replicação do vírus.

Usando um software, os pesquisadores identificaram a protease e a transformaram em um modelo 3D. Logo em seguida usaram outro programa de computador para avaliar mais de 10 mil compostos que poderiam inibir a reprodução.

-Publicidade-

Os porta-vozes da pesquisa disseram que descobriram seis substâncias que seriam capazes de inibir o funcionamento da enzima. Eles defenderam em declaração à imprensa que essa descoberta dará pistas sobre quais medicamentos podem ser utilizados contra o coronavírus e ajudar, ainda, no desenvolvimento de vacinas.

Para tornar as descobertas mais rápidas, os cientistas disponibilizaram as informações encontradas  para mais de 300 equipes de pesquisa ao redor do mundo.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-