Pais

Dicas para você cuidar do seu dinheiro sem perder a cabeça

A Carol Sandler, nossa nova colunista do Youtube, falou tudo que você precisa saber sobre finanças

Isabella Zacharias

Isabella Zacharias ,Filha de Aldenisa e Carlos

Carol Sandler é nossa nova colunista do Youtube, com a série Cheia de Grana (Foto: Acervo pessoal Pais&Filhos)

Carol Sandler, nossa mais nova colunista do Youtube, é jornalista e fundadora do Finanças Femininas, falou sobre empreendedorismo materno e como lidar com dinheiro.

Por que mulher não fala de grana?
É uma questão histórica: o homem cuida do dinheiro há milênios, enquanto a esposa cuida da casa. A mudança do papel da mulher na sociedade é recente. Para se ter ideia, ela só teve direito a ter seu próprio CPF e conta bancária independente de pai e marido, no final dos anos 1960. Toda essa questão do dinheiro é muito nova para a gente. E até hoje muitas mulheres não são educadas para lidar com dinheiro.

E a procura por independência não para…
Ainda bem! E o dinheiro é uma das chaves para isso. A educação financeira é um instrumento para empoderar as mulheres brasileiras. Quando você consegue controlar o seu dinheiro, você consegue bancar as suas escolhas: ficar ou não em um casamento que você está feliz ou não, negociar um aumento de salário com o seu chefe sem medo de ser mandada embora ou decidir que vai montar o próprio negócio.

Maternidade muda tudo, até o trabalho. E aí?
O mercado de trabalho entende que, quando uma mulher volta da licença-maternidade ela não quer trabalhar e só quer ficar em casa com os filhos, que vai ter que sair do trabalho para levar no médico ou pegar na escola… Como se a responsabilidade fosse toda da mulher e não uma questão compartilhada e familiar. Esse mundo olha para uma mulher e pensa: “Ela tem filhos e pertence a esse espaço”.

A desigualdade em cargos de liderança vai demorar muito pra mudar?
Eu acho que não, porque não crescemos de maneira linear. A gente está passando por um momento muito especial nos últimos anos de transformação da mentalidade da sociedade. Comparando com dois anos atrás, muita coisa mudou e vai chegar um momento que vai ser inaceitável uma mulher ganhar menos que um homem na mesma posição, ou não ter números iguais de mulheres em cargos de liderança.

Leia também:

Mesada ou semanada: quanto devo dar para o meu filho? 

4 passos criativos para ensinar seu filho sobre finanças

Para começar já: 5 lições possíveis de finanças para crianças