Saúde

Cientistas brasileiros descobrem molécula capaz de enfraquecer câncer em crianças

A pesquisadora afirma que logo esse método poderá ser usado em hospitais para o tratamento de câncer infantil

Maria Luiza Cardone

Maria Luiza Cardone ,Filha de Carla e Luiz

(Foto: Reprodução)

Pesquisadores brasileiros descobrem molécula capaz de enfraquecer tumores que causa câncer em crianças. Essa molécula é capaz de diminuir a agressividade do tumor no sistema nervoso central, tipo de câncer mais comum nos pequenos.

“O que eu descobri é uma maneira de inibir a agressividade do tumor. Quando a gente tratou o inibidor dessa molécula, alguns camundongos não geraram tumor; e os que geraram, foram tumores benigno, pequenos, que poderiam ser tratados com quimio ou radioterapia”, diz Carolini Kaid, bióloga, da Universidade de São Paulo (USP) responsável pela descoberta da molécula chamada microRNA-367, que foi publicada em agosto pela revista europeia “Molecular Oncology”.

A pesquisadora explicou que os resultados nas cobaias foram impressionantes e que logo esse método poderá ser utilizado em hospitais para tratar o câncer nas crianças. Entretanto, antes de começar, é necessário fazer um teste de toxicidade nessas moléculas para poder entender mais como ela é metabolizada e por quanto tempo ela fica no organismo.

Célula tumoral de camundongo utilizada em pesquisa que reduz a agressividade de câncer em crianças — Foto: Reprodução/Molecular Oncology

Carolini diz que apenas conseguiu concluir a pesquisa devido a bolsa de estudos que recebeu no mestrado e doutorado. “Se não tivesse a bolsa eu teria que parar o estudo no meio do caminho, e talvez essa tecnologia nunca chegaria pra favorecer pacientes na clínica”, disse Kaid sobre o cenário atual de redução nos investimentos para a ciência.

“A gente descobriu um tratamento pra câncer brasileiro, isso vai ser acessível aos pacientes num custo infinitamente menor se a gente tiver que importar. É isso que o governo tem que olhar: investir hoje pra colher daqui a quatro, cinco anos. Mas isso não pode parar”, concluiu.

Leia também:

Mãe descobre câncer de mama e encara a situação da melhor forma: “Penso que será apenas uma fase

Mãe vence o câncer de mama e emociona com texto sobre não poder amamentar

Outubro Rosa: 5 mitos e verdades sobre a mamografia