Bebês

Já reparou se seu filho senta em W? Veja porque isso pode ser prejudicial

Tiramos suas dúvidas sobre o assunto e damos dicas de como evitar essa posição

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Sentar com as pernas em W é comum no começo da infância (Foto: iStock)

Sentar com as pernas em W é comum no começo da infância (Foto: iStock)

Talvez você nem saiba que esse jeito de sentar tem um nome, mas isso é normal. Muitas mães não precisam se preocupar, mas essa posição pode levar a problemas na hora de andar e em sua postura.

Afinal, o que é o modo de sentar em W? Nós te explicamos! É quando a pessoa se senta no chão com os joelhos dobrados para a frente e as pernas esticadas para os lados, formando um W. É normal que crianças pequenas e pré-escolares fiquem assim em algum momento durante a fase de desenvolvimento. No entanto, para algumas, esta é a única maneira que eles gostam de ficar sentados.

Mas, por quê? Bom, elas se sentem confortáveis principalmente porque essa pose cria um centro de gravidade mais baixo, facilitando o apoio de si próprio sem que o tronco trabalhe muito. Ela também proporciona estabilidade, facilitando o uso de braços e mãos.

O melhor jeito de evitar os problemas decorrentes desse modo de sentar é fazendo atividades (Foto: iStock)

O melhor jeito de evitar os problemas decorrentes desse modo de sentar é fazendo atividades (Foto: iStock)

Para as crianças que têm os músculos do quadril apertados, que são muito flexíveis ou hipermóveis, é possível que a sentar em W seja simplesmente mais confortável. Para outras, pode ser apenas um hábito com o qual se acostumaram sem nenhuma razão específica.

Se você perceber que seu filho senta assim apenas às vezes ou por breves momentos – enquanto faz a transição para outras posições, por exemplo – então não há nada com o que se preocupar e, com o tempo, ele deve sair disso. No entanto, pode se essa é sua única posição e ele fica assim por muito tempo, podem haver algumas consequências, tais como: desenvolvimento do quadril alterado, postura corcunda, músculos do tronco e do adomem fracos e músculos da coxa apertados.

Para te ajudar, separamos algumas dicas simples para ajudar a evitar problemas futuros. Confira:

  • Incentive diferentes posições para sentar: por exemplo de pernas cruzadas, em um pequeno degrau ou banquinho, pernas na frente ou ambas para o lado.
  • Alongue os tendões: faça com que ele se sente com as costas e com o bumbum na parede com as pernas para frente (você pode ler um livro juntos nesta posição para torná-lo menos trabalhoso).
  • Fortaleça os músculos do tronco – faça com que ele alcance objetos pesados e leves de diferentes distâncias e alturas.
  • Faça uma “corrida de bumbum”: Invente um jogo fazendo com que seu filho coloque as pernas frente e se mova arrastando o bumbum no chão.

Leia também:

Sofia Massafera brinca de “ser mulher” ao lado da mãe

Novo método pode ajudar mulheres com insuficiência ovariana a engravidar

Sabrina Sato revela 5 possíveis nomes para a filha