Criança

Mãe embarca o filho autista sozinho em voo com bilhete para passageiro e resposta surpreende

Alexa Bjornson enviou o filho, Landon, de 7 anos, para visitar o pai em Portland, Estados Unidos

Giovanna de Boer

Giovanna de Boer ,filha de Karen e Christiano

Landon, de sete anos, tem autismo (Foto: Getty Images)

Quando a mãe Alexa Bjornson preparou seu filho Landon de 7 anos para um pegar um avião sozinho para visitar o pai, ela escreveu um bilhete para a pessoa que sentasse ao lado do filho durante o voo. E a resposta que ela teve do passageiro foi de cair o queixo.

“Mandei Landon com uma carta para quem se sentasse ao lado dizendo que ele tem autismo de alto grau, então ele pode ficar nervoso e perguntar: “Já chegamos?”, então por favor, faça com que ele se sinta seguro e confortável”, postou Alexa no Facebook. O passageiro que foi ao lado de Landou cumpriu a missão com louvor. Ajudou o menino durante a viagem, a sair do avião e mandou uma carta para Alexa junto com uma selfie dos dois no avião. “Meu nome é Ben. Eu era vizinho do assento de Landon durante o voo para Portland. Ele perguntou se estávamos chegando várias vezes, mas ele era um ótimo companheiro de viagem ”, dizia o bilhete. “Divertimo-nos e jogamos algumas rodadas de pedra-papel-tesoura. Ele é um ótimo garoto e você é uma mãe sortuda.

Ben doou os 10 dólares (Foto: Reprodução/ Facebook Alexa Bjornson)

Alexa compartilhou a nota no Facebook, junto com um post dizendo: “Eu sou muito grato a esta pessoa, e fico muito aliviada que ainda existem pessoas gentis no mundo que fazem a diferença, como eu tento fazer também.” 

O post recebeu 12.000 curtidas, 1.300 comentários e 14.000 compartilhamentos no Facebook, mas também circulou no Twitter e no Instagram. Com certeza, a história de Landon tocou muitos corações. “Que pessoa maravilhosa é Ben”, escreveu Judy Clingman Dewitt no Facebook. “Ele também, sem dúvida, tem uma mãe para criá-lo com compaixão.”“Isso até me fez chorar”. Meu filho é autista e eu me identifico totalmente com este post ”, comentou o pai Ollie Tranter no Facebook.

Como muitas crianças que tem pais separados, eles não moram no mesmo local. Landon viajou como um menor desacompanhado, o que significa que ele foi supervisionado por comissários de bordo de porta a porta. Algumas pessoas comentaram absurdos nos posts, mas outros pais do Facebook saíram em defesa de Alexa. “Só porque ele tem autismo não significa que ele não pode fazer coisas. Meu filho de alto grau até foi para a faculdade. Meu outro filho não tem um alto grau e até faz coisas sozinho ”, escreveu Jenn Crissman-Dixon.

O post virou uma grande rede de apoio para pais que têm filhos autistas. “Eu amo isto! Meu filho tem 13 anos e está na mesma situação. Estamos nos mudando para NY e ele vai voar algumas vezes por ano para visitar o pai na Flórida. Ele está animado com isso ”, escreveu Holly Davey nos comentários no Facebook. “Descobrimos que fazê-lo sair da sua zona de conforto é difícil, mas, uma vez que o faz, ele normalmente tem uma boa experiência e não tem problema com o que está fazendo, uma vez que  enfrente o desafio sabendo que tem ele tem uma família que ama e que o apoia. Pessoas com autismo ainda são pessoas e podem fazer mais do que pessoas sem o transtorno. Assim como todos os outros humanos, todos são diferentes ”.

Landon claramente tem um lugar no coração de Ben, porque ele não só fez o garoto se sentir confortável em um ambiente estranho (até os adultos ficam nervosos voando!), mas ele também fez um último gesto mesmo depois de se despedir assim que o avião pousou. Alexa incluiu uma nota de 10 dólares na carta como agradecimento por ser um amigo durante a viagem de avião, mas Ben não aceitou o dinheiro. “Eu agradeço os 10 dólares, mas não foi necessário”, escreveu ele à mãe. “Eu doei para Autism-Society.org em homenagem a Landon.”

Leia também: 

Mãe de menino autista faz apelo na web e ganha “Netflix personalizada” para o filho

Dez curiosidades sobre o autismo

Vídeo: alunos com autismo mostram aos colegas o que o barulho faz na cabeça de um autista