Menina de 12 anos tem complicação causada pelo coronavírus e conta experiência: “Eu morri por 2 minutos”

Juliet Daly, há cerca de 3 semanas, foi levada para um hospital da região de Luisiana, Estados Unidos, e teve que ser internada na Unidade de Terapia Intensiva às pressas

Resumo da Notícia

  • A menina Juliet Daly tem 12 anos de idade e mora em Luisiana, Estados Unidos
  • Ela contraiu o novo coronavírus e teve uma complicação cardíaca
  • "Eu morri por dois minutos"
A família mora em Luisiana, Estados Unidos (Foto: reprodução / Facebook Jennifer Daly)

A menina Juliet Daly tem 12 anos de idade e mora em Luisiana, Estados Unidos, com a família. Ela contraiu o novo coronavírus e teve uma complicação cardíaca, causada pela doença, que fez seu coração parar de bater. “Eu morri por dois minutos”, disse a menina durante uma entrevista ao Good Morning America.

-Publicidade-

Há cerca de 3 semanas ela foi levada para um hospital da região, teve que ser internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e precisou de respiradores para se manter viva. “Meu estômago não parava de doer. Eu não queria viver. Eu queria que tudo parasse”, contou.

A mãe da menina, Jennifer Daly, disse que quando colocaram o tubo de respiração a garota teve uma complicação e o coração parou. “Depois que eles colocaram o tubo de respiração em sua garganta, seu coração parou. Eles tiveram que fazer dois minutos de reanimação cardiopulmonar nela. Nesse ponto, meu mundo inteiro desmoronou”.

-Publicidade-

Após a complicação ela precisou de ajuda para respirar durante 4 dias. O médico da menina, Jake Kleinmahon, que é cardiologista pediátrico, contou que “o Covid-19 pode infectar o coração e fazer com que as células do coração comecem a morrer”.

Felizmente, Juliet já teve alta e voltou para casa. Os especialistas garantem que ela estará recuperada totalmente em breve. A mãe desabafou: “Acho que é realmente importante divulgar a mensagem. Nós quase a perdemos. Se não a tivéssemos levado para o hospital a tempo, não acho que as coisas teriam dado certo”, concluiu.

A mãe da menina fez um relato nas redes sociais:

-Publicidade-