Armazenamento do leite: dicas para guardar do jeito certo em viagens

Confira dicas de ouro para guardar o leite de forma segura para o bebê e ficar livre de perrengues

Resumo da Notícia

  • Veja como guardar o leite de forma correta
  • O leite materno é o principal alimento do recém-nascido
  • Saiba como transportar em viagens

Principalmente até os seis meses de idade, o leite materno é o principal alimento para o recém-nascido. Para o desenvolvimento saudável do bebê, ele possui os principais nutrientes, vitaminas e minerais necessários. A amamentação, além de fortalecer os vínculos entre mãe e filho, é extremamente recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

-Publicidade-
Veja como guardar do jeito certo (Foto: iStock)

Com o fim de ano, surgem as dúvidas sobre como armazenar em viagens para que o alimento não estrague. Para isso, conversamos com a ginecologista e obstetra, Dra. Carolina Curci, que deu dicas de ouro para todo o processo.

Tenha recipientes próprios

Os sacos de armazenamentos já vem esterilizados e são próprios para o transporte. Uma outra opção são os potinhos de vidros, também esterilizados e com tampa de plástico. Na hora de higienizar, é superimportante deixá-los secar com a boca virada para baixo em um papel toalha.

-Publicidade-

Nada de recongelar

Quando o leite é congelado de descongelado, ele não deve voltar para o freezer. “Para o leite não perder a qualidade, devem ser colocados em recipientes próprios, muita higiene para estar mexendo com o leite e sempre deixar os 2cm por encher da borda de fechar”, comenta a especialista.

É superimportante seguir todos os cuidados (Foto:  GettyImages)

Anote tudo

Para saber o dia e horário que o leite foi extraído, faça etiquetas e marque em cada um dos potinhos. “A mãe pode manter até 14 dias no congelador, então sempre anotar a data que retirou o leite e foi congelado. O leite aguenta 12h na geladeira”.

Armazenamento

Procure sempre por locais seguros, frescos e com higiene. “Tomar cuidado com o local que for armazenar, caso seja uma geladeira compartilhada, do escritório, por exemplo, precisa identificar o leite de uma maneira bem inteligente e clara nos sacos ou frascos. O leite que foi extraído nesse dia pode ser dado no dia seguinte para o bebê e assim não precisa congelar o leite”.

-Publicidade-