Essas mães decidiram compartilhar relatos de corpo no pós-parto e o resultado é emocionante

Pelo Instagram, elas emocionaram muitas mulheres que estão passando pela mesma situação

As mães decidiram expor seus corpos no pós-parto (Foto: Reprodução / Instagram @tori.mccain)

Muitas mulheres se preocupam com seus corpos após darem à luz e, na maioria das vezes, recebem julgamentos e se sentem mal quando veem corpos de outras mulheres. Porém, algumas mães decidiram deixar isso de lado e mostrar o outro lado do corpo pós-parto: o lado da beleza. Através do Instagram, elas fizeram relatos lindos sobre seus corpos após o parto e como decidiram aceitar a beleza que eles carregam e quebrar esse estereótipo do “corpo perfeito“. Sem culpa, elas se jogaram e os relatos são emocionantes, vale à pena conferir.

“Aqui estou eu. Nove meses depois dos gêmeos nascerem. Meu estômago ainda está cheio de estrias e peles sobrando. Perfeito para essas mãozinhas curiosas puxarem. Alguns dias eu evito me olhar no espelho e dar ao meu corpo a apreciação e amor que ele merece. Esses pensamentos são imediatamente seguidos por culpa e vergonha. Porém, eu penso que meu corpo fez muita coisa: eu fui capaz de carregar gêmeos por 38 semanas apesar de meus amigos, família e até mesmo os médicos dizerem que eu não passaria das 32 semanas. Esse corpo pode parecer exausto, mas na verdade, ele é muito forte e capaz. O que eu quero dizer é que se você está sentindo vergonha por causa do seu corpo, eu te entendo. Eu já estive no seu lugar. Você é linda!”.

“Você é linda!” (Foto: Reprodução / Instagram @twinmamanotes)

“Essa manhã, eu chorei enquanto estava me arrumando e me olhando no espelho. Desde que acordei, me senti mal. Mas durante o dia, eu li alguns relatos sobre corpo no pós-parto e me senti empoderada para sentir orgulho do meu corpo. Estou orgulhosa porque esse corpo gerou uma pessoa perfeita. Eu não sei quando ou se essas marcas vão sair. Mas eu estou tentando ser boa comigo mesma porque eu me lembro do motivo do meu corpo estar assim. Por causa da Layla. E eu não daria essa menina linda em troca do meu corpo antigo. Então, querida mãe que está odiando seu corpo no pós-parto, eu te encorajo a amar seu corpo de mãe e se amar. Ou apenas tente, assim como eu estou tentando”.

“Eu te encorajo a amar seu corpo de mãe” (Foto: Reprodução / Instagram @sarahjeanmelito)

“Eu tive minha primeira filha há 12 anos. Meu corpo voltou a ser o que era antes. Então eu tive meu segunda filha e, 3 anos depois, meu corpo ainda não voltou a ser o que era antes. Dessa vez, eu ganhei estrias e pele sobrando e fiquei horrorizada. Fiquei tão preocupada com a minha aparência que fiz uma tatuagem para cobrir as marcas, tentei cobrir as marcas que meus filhos deixaram em mim. Isso não foi o suficiente, eu ainda odiava me olhar no espelho. Fiquei exausta e deprimida. Então eu comecei a aproveitar a vida novamente. Ano passado, eu tive meu terceiro filho e fiquei tão feliz de ter um menino depois de ter duas filhas. Comecei a falar sobre minha aceitação e agora vejo histórias de mães parecida com a minha e isso me inspira a continuar”.

“Isso me inspira a continuar” (Foto: Reprodução / Instagram @thebirdspapaya)

“Tirei essa foto 3 meses depois de parir. Eu não estava feliz com o meu corpo e não me sentia confortável. Estava focada apenas na emoção e não na realidade. A realidade é que meu corpo é forte e bonito. E o seu também é! Tirei essa foto para me lembrar que não importa como nossos corpos estão no momento, é hora de celebrar nossa própria beleza“.

“É hora de celebrar nossa própria beleza” (Foto: Reprodução / Instagram @she_plusfive)

“Eu acredito em mulheres que acreditam nelas mesmas. Quero que você se sinta normal no seu corpo. Quero que você acredite que você é incrível e única”.

“Quero que você acredite que você é única” (Foto: Reprodução / Instagram @thebirdspapaya)

“Sim, eu sou linda! Talvez eu tenha momentos em que eu não me ache bonita, mas eu sempre acho o caminho de volta para aumentar minha autoestima“.

“Sim, eu sou linda!” (Foto: Reprodução / Instagram @denupzter)

“Essa pele cresceu e se esticou para gerar meu humano favorito. E aqui está ela. Com estrias e celulite. Não é o tipo de pele que você vê em propagandas e capas de revistas. Mas nós existimos, continuamos procurando nossa aceitação sem sermos obrigadas a parecer com capas de revista. Isso é para você. Isso é para nós. Você é vista. Você vale à pena. Você é suficiente. Você é muito mais forte do que parece”.

“Você é suficiente!” (Foto: Reprodução / Instagram @meg.boggs)

“Só porque seu corpo mudou, não quer dizer que você tenha mudado. Eu percebi muitas coisas nessa jornada de encontrar o amor próprio. Eu percebi o que realmente importa. Eu sou uma mãe incrível, eu amo minha filha e eu faria o impossível por ela. Eu estou muito orgulhosa da pessoa que me tornei. As estrias são apenas marcas. A pele é apenas pele. Perceba o quanto o seu corpo de mãe é lindo como ele é!”

“Só porque seu corpo mudou, não quer dizer que você tenha mudado!” (Foto: Reprodução / Instagram @tori.mccain)

“É lindo ver mulheres celebrando a jornada de seus corpos e recebendo apoio. Quanto mais nós compartilharmos experiências e relatos, mais livres nós seremos. Eu compartilho por muitas razões: por mim, por meus filhos, pela minha mãe, por toda a comunidade, por todas as mães que estão passando pelo pós-parto, por todas que estão sofrendo para aceitar seus corpos”.

“Quanto mais nós compartilharmos, mais livres seremos” (Foto: Reprodução / Instagram @th3littlestavenger)

Leia também:

Influenciadora fala pela primeira vez sobre problemas com o corpo pós-parto: “Tudo bem ficar triste”

Mãe reproduz fotos de modelos com seu corpo pós-parto e resultado é incrível

Carol Dantas desabafa sobre o corpo no pós-parto: “Achei melhor não ficar olhando a balança”