Família

Família de Wesley Safadão faz cruzeiro com pessoas em quarentena por doença contagiosa

O cantor se apresentou na noite da última segunda-feira no navio

Emily Santos

Emily Santos ,filha de Maria Teresa e Francisco

Wesley Safadão e sua família (Foto: Reprodução/Instagram/@wesleysafadao)

Um navio transatlântico do grupo MSC Cruzeiros que partiu de Balneário Camboriú na noite da última segunda-feira (18) leva um grupo de pelo menos 12 pessoas com suspeita de sarampo.

O Seaview, maior cruzeiro que opera na costa brasileira, começou sua viagem em 9 de fevereiro e desde então a equipe médica de bordo passou a receber relatos de sintomas em meio aos tripulantes que indicavam, inicialmente, um pequeno surto de rubéola.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) passou a investigar os casos para começar com o procedimento de contenção da doença, mas desde os primeiros relatos o Seaview já seguiu viagem por Ilhéus (BA), Búzios (RJ) e mais recentemente por Balneário Camboriú (SC).

No navio estavam 1480 tripulantes e cerca de 2,2 mil passageiros. Dentre estes estão o cantor Wesley Safadão, sua esposa Thyane Dantas e os filhos Ysis e Dom. Safadão foi contratado para se apresentar no transatlântico e aproveitou a oportunidade para comemorar o aniversário da esposa que completou 28 anos último dia 17.

Em nota oficial, a MSC Cruzeiros esclareceu que as devidas medidas foram tomadas para que nenhum hóspede fosse prejudicado pela invermidade dos outros. Confira a declaração na íntegra:

“Nos últimos dias, um pequeno número de tripulantes do MSC Seaview apresentou possíveis sinais de rubéola ou sarampo. Esses tripulantes, por precaução e de acordo com as diretrizes de saúde mais rigorosas para esses casos, foram imediatamente mantidos em observação, recebendo visitas diárias de nossa equipe médica. Os membros da tripulação estão em boa saúde e combatendo ativamente os sintomas.

 Para evitar qualquer possível risco para outros funcionários da tripulação ou passageiros, esses tripulantes foram isolados em suas cabines, que estão sendo cuidadosamente limpas e higienizadas duas vezes por dia como medida adicional de segurança sanitária.

Durante todo o processo, a MSC Cruzeiros trabalhou em estreita colaboração com a ANVISA. Depois de concluir todos os procedimentos de inspeção padrão, o navio recebeu a liberação da ANVISA para continuar sua viagem, seguindo o seu itinerário, e não houve impacto para os hóspedes.

Como medida de prevenção, em cooperação com as autoridades de saúde da ANVISA, toda a tripulação desse navio foi vacinada. Esta medida foi tomada para garantir a imunidade a bordo dos nossos navios e garantir viagens seguras para os nossos hóspedes e tripulação.

Paralelamente a essa medida e conforme solicitado pela ANVISA, nós também alertamos proativamente todos os hóspedes a ficarem atentos a quaisquer sinais específicos de doença. Nosso Centro Médico no navio está aberto aos nossos hóspedes e um check-up médico específico para este tipo de doença é fornecido gratuitamente. Nenhum hóspede se reportou à nossa equipe médica com sintomas de doença contagiosa e as operações do navio continuam funcionando normalmente. A programação de navegação não foi afetada”.

Aumento nos casos de sarampo no Brasil

Desde 2018 até janeiro de 2019, o Brasil registrou 10.274 casos confirmados de sarampo. Os lugares com mais ocorrências são o Amazonas, que registrou 9.778 casos, e Roraima com 355. Em São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Bahia, Pernambuco, Pará, Sergipe e Distrito Federal, tiveram alguns casos isolados.

Leia também:

Você precisa se preocupar: casos de sarampo no Brasil aumentam 900% e o motivo é absurdo

Sarampo: aumento dos casos são provocados por mentiras sobre a vacina

Sarampo pode cegar o bebê: campanha de vacinação vai até dia 14 de setembro