Família

Filho de homem trans pode ser o primeiro bebê sem ter mãe na certidão na Inglaterra

O caso está sendo julgado

Nathália Martins

Nathália Martins ,Filha de Sueli e Josias

(Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Pela primeira vez na história da Inglaterra, um bebê pode ter a certidão de nascimento sem o registro de uma mãe de forma legalizada. Sim, é real. De acordo com o jornal britânico “Metro”, vai acontecer um julgamento feito pelo Tribunal da Família da Inglaterra para autorizar um homem trans a ser registrado como pai.

Ele teve o filho quando ainda era mulher, mas passou por uma transição de gênero e agora quer ser conhecido como pai. O homem, que não teve a identidade revelada, pediu pela troca, mas o cartório justificou que a lei exige que quem deu à luz seja registrada como mãe.

Persistente, ele decidiu entrar na justiça dizendo que estava sendo discriminado e explicou que isso viola o respeito pela escolha dele. Peter Francis, juiz da Suprema Corte Britânica, disse que isso nunca havia sido levantado anteriormente e, caso funcione, haverá uma mudança na lei.

Leia também:

Amor sem preconceito: casal gay compartilha emocionante história de adoção

Sandy fala sobre o filho brincar de boneca: “Sem problemas se ele for gay”

Casal adianta casamento para que filho com câncer terminal consiga participar