Família

Homem dá a luz seu primeiro filho e luta para ser reconhecido como pai na certidão de nascimento

Freddy McConnel é legalmente reconhecido como homem e não quer que na certidão esteja como "mãe"

Letícia Vaneli

Letícia Vaneli ,filha de Alcides e Eugênia

Freddy deu à luz ao seu filho depois de ser reconhecido como homem (Foto: Reprodução/The Daily Mail)

Freddy McConnel deu à luz ao seu primeiro filho, mas deseja ser reconhecido como pai ou parente  na certidão de nascimento de seu bebê. Apesar do jornalista ser legalmente um homem, o Tribunal Superior de Londres se opôs ao desejo de Freddy que ainda o considera como mulher.

A decisão veio em setembro do presidente da Divisão de Família do Supremo Tribunal, Andrew McFarlane. Ele afirmou que todas as pessoas que são capazes de gerarem uma criança são consideradas como mulher, independente do sexo. “Há uma diferença material entre o sexo de uma pessoa e seu status de mãe“, explicou o presidente.

Ele quer ser reconhecido como pai na certidão de nascimento do filho (Foto: Reprodução/The Daily Mail)

Freddy e sua advogada Karen Holden recorrerão a decisão, mas ainda não têm uma data para qualquer audiência de apelação. A advogada ficou decepcionada com o julgamento e afirmou que a lei demorou a “acompanhar a sociedade moderna”.

Quando a criança nasceu, Freddy ja era legalmente um homem e abriu um processo contra o Registro Geral, que administra o registro de nascimentos e mortes na Inglaterra e no País de Gales.

Leia também:

Homem trans pode mudar lei de registro na certidão de nascimento

Homem trans dá à luz em São Paulo e esposa conta detalhes do parto

Inacreditável! Homem engravida e realiza o sonho de ter filhos