Onda de calor gera risco de morte em regiões do Brasil, segundo Instituto de Meteorologia

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o calor excessivo do pais pode causar hipertermia na população, principalmente em crianças e idosos

Resumo da Notícia

  • Com a chegada da onda de calor no Brasil, o Inmet emitiu alerta de "grande perigo" até a próxima sexta-feira, 9 de outubro
  • O calor excessivo pode causar hipertermia na população, principalmente em crianças e idosos, podendo resultar em morte
  • As regiões sob o alerta são o Centro-Oeste do país e Tocantins, no Norte

Com a onda de calor que chegou recentemente no Brasil, preocupados com a alta temperatura, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta de “grande perigo” até a próxima sexta-feira, 9 de outubro.

-Publicidade-

A medida foi tomada porque, de acordo com o Instituto, o calor excessivo pode resultar em casos de hipertermia, no qual o indivíduo não consegue emitir calor interno ao ambiente externo, resultando em morte.

As regiões que correm esse risco, segundo a CNN, são o Centro-Oeste do país e o estado de Tocantins no Norte do Brasil. Essas registraram um aumento de 5ºC na média de temperatura da região por mais de cinco dias seguidos. Mais especificamente o alerta é direcionado para as seguintes regiões: Distrito Federal, Centro Sul Mato-Grossense, Nordeste Mato-Grossense, Norte Mato-Grossense, Sudeste Mato-Grossense, Sudoeste Mato-Grossense, Centro Goiano, Leste Goiano, Sul Goiano, Norte Goiano, Noroeste Goiano, Sudeste Tocantinense, Sul Tocantinense e Oeste Tocantinense.

-Publicidade-
Onda de calor gera risco de morte em regiões do Brasil (Foto: Getty Images)

O objetivo do alerta é para que as pessoas se preocupem ainda mais com a saúde nos próximos dias, bebendo mais água e ficando mais observadoras em relação ao próprio corpo. Em caso de emergências o Inmet recomenda que as pessoas entrem em contato com a Defesa Civil (telefone 199).

Além de que a população deve seguir algumas recomendações do Instituto, como evitar fazer atividades físicas das 10 às 17 horas, usar ainda mais protetor solar e beber bastante água, tendo ainda mais cautela com crianças e idosos.

E São Paulo?

A Defesa Civil também avisou sobre os riscos das ondas de calor em São Paulo. Que, segundo o Inmet, são de queimadas florestais e hipertermia.

Na regiõe metropolitana de São Paulo, no litoral norte e em algumas cidades do interior, como Campinas e Sorocaba, Itapeva, Franca e Serra da Mantiqueira, a temperatura pode chegar a 39ºC nesta terça-feira, 6 de outubro, e na grande São Paulo até 37ºC.

Outras regiões no interior, como Ribeirão Preto, Bauru, São José do Rio Preto, Araçatuba, Marília, Presidente Prudente, Araraquara e Barretos, poderão ultrapassar os 40°.

-Publicidade-