;
Gravidez

Mãe decide engravidar pela filha aos 55 anos e o motivo é emocionante

Ela provou que o amor de uma mãe ultrapassa qualquer barreira

Giulia Tartarotti

Giulia Tartarotti ,filha de Magda

Julia e a sua mãe, Kátia (Foto: reprodução / Arquivo Pessoal / Eu, Rio!)

A psicóloga,  Julia Golden, é portadora da  Síndrome Hemolítica Urêmica Atípica (SHUA), uma doença rara que destrói as células sanguíneas. Essa síndrome forma alguns coágulos que vão se formando e isso pode provocar tromboses que consequentemente impedem a circulação do sangue pelo corpo.

“Hoje, eu convivo bem com a patologia porque tomo uma medicação específica. Ela consegue fazer com que o problema fique adormecido. Contudo, situações como uma gravidez e até mesmo a presença de um vírus ou bactéria no meu organismo pode desencadear complicações”, explicou Júlia para o portal Eu, Rio!”.

Mesmo com as complicações, ela não desistiu do sonho de ter um nenê. Mas as complicações da doença podem trazer sérios programas a ela e ao bebê caso ela fique grávida. “Eu não poderia correr o risco de morrer e matar meu bebê pela falta do remédio“, destaca.

Mas nem tudo estava perdido. Kátia Valier, 55 anos, se dispôs a realizar o sonho da filha sem nem pensar duas vezes: “Eu disse: filha põe na minha barriga. Afinal, para mim, todas as gestações aconteceram naturalmente, sem nenhum tipo de problema. Fiz por amor e estou muito feliz de estar realizando o sonho dela e do meu genro. As mães fazem essas coisas pelos filhos e a Isabela daqui a pouco vai estar aqui para completar esta felicidade”, contou.

Leia também:

Mônica Martelli conta sobre sua luta para ser mãe: “Sofri 3 abortos espontâneos”

Mãe desabafa depois da sogra interferir na introdução alimentar da filha: “Ainda fez escondido!”

Mãe compartilha condição rara da filha para lutar contra o preconceito: “Aprenda a não agir com indiferença”