Mulher faz relato após perder pai e marido em 3 dias para coronavírus: “De uma hora para a outra”

Silmara começou a ter os primeiros sintomas da doença, e alguns dias depois Raul, o marido, e o pai Sylvio, que já tinha histórico de doenças crônicas nos pulmões

Resumo da Notícia

  • Ela, o marido e o pai começaram a ter sintomas da doença
  • Silmara nunca recebeu o diagnóstico para coronavírus
  • O pai pertencia ao grupo de risco, mas o marido não
  • Ela lembrou com dor sobre o momento
Silmara perdeu o marido e o pai para a doença (Foto: Unsplash)

Silmara Lizidatti, de 53 anos, perdeu o marido e o pai em apenas três dias para o coronavírus. Em entrevista à Veja, a educadora aposentada contou que provavelmente contraiu o vírus, pois teve pneumonia, mas nunca foram realizados testes de comprovação.

-Publicidade-

Sylvio Lizidatti, o pai, morava no mesmo quintal do genro e da filha, aos 86 anos de idade. Além da idade avançada ser considerado parte do grupo de risco, ele também tinha problemas crônicos nos pulmões, com o que já lidava em anos. Raul Marcos Rosolini, o marido, de 55 anos, não tinha histórico de doenças. Silmara ainda lembra dele dizer “que não pegava nem gripe“.

No dia 8 de março, a mulher começou a ter os primeiros sintomas da doença, mas tudo parecia um resfriado. Dois dias depois, o pai questionou que também estava sentindo como se estivesse gripado e no outro dia, Raul teve mal estar e 38,7º de febre. Isso fez com que o casal procurasse uma clínica particular em Santo André, São Paulo. Silmara foi medicada com antibiótico e o marido com dipirona.

-Publicidade-
Um raio-x identificou as manchas causadas pelo vírus nos pulmões do marido (Foto: Getty Images)

Na sexta-feira, 13 de março, o pai dela começou a sentir falta de ar e foram até o hospital por causa do histórico de doença pulmonar. Após ser liberado, a família ficou em casa o final de semana. No sábado, 14 de março, o casal ainda foi em uma festa das duas netas e no domingo, Raul afirmou que estava se sentindo melhor.

Na segunda-feira, os pesadelos começaram. O marido foi para o hospital e apesar de não sentir falta de ar, a oxigenação estava baixa. Depois de uma tomografia, foi provado que as manchas nos pulmões indicavam infecção por coronavírus. Após ser internado, Silmara também realizou um raio-x e foi diagnosticada com pneumonia. O pai também piorou no mesmo dia e foi internado, o que só aconteceu após Silmara avisar que o marido estava no hospital com suspeita da doença. Aquela foi a última vez que Silmara viu o pai.

No mesmo dia, ela foi visitar o marido que estava na UTI. Quando saiu da sala, os médicos informaram que ela não poderia mais visitá-lo. “Dia 17 de março foi a última vez que vi meu pai e meu marido”. No dia 22 de março, Sylvio faleceu e três dias depois, em 25 de março, Raul. “Ainda não consigo acreditar que isso tudo aconteceu. De uma hora para a outra, fiquei sozinha em casa”. Silmara é mãe de Milene, de 29 anos, e de Henry, de 32.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-