Família

Mãe cria brechó online para vender e comprar produtos seminovos: “Tudo o que podemos fazer de sustentável é válido”

O ambiente e todos nós agradecemos

Yulia Serra

Yulia Serra ,filha de Suzimar e Leopoldo

Danielle é grata ao empreendedorismo por melhorar sua qualidade de vida (Foto: reprodução/Arquivo Pessoal)

O que significa ter qualidade de vida para você? Para Danielle Turchet, é estar mais tempo em família, com o marido e os filhos, Gustavo, de 3 anos, e Guilherme, de 1 ano. A paulista trabalhava em uma grande empresa e tinha uma boa condição financeira quando resolveu mudar de vida.

Danielle estava cansada do estresse, das horas de trânsito e já pensava em ser mãe, então queria estar mais próxima aos filhos. Por isso, pediu demissão. No mesmo ano, descobriu a gravidez e seu marido foi transferido para o Peru.

De lá, a paulista abriu uma agência de viagens no Brasil, a Ateliê de Roteiros, em parceria com uma sócia. Danielle cuidava das questões de longe e a amiga tocava o escritório físico.

Ela pôde passar mais tempo com o bebê, cuidado de si e da família. “No Peru, eu consegui ver o que era ter qualidade de vida”, disse. Foi nesse tempo que a empreendedora teve o primeiro contato com brechós online.

A cultura do consumo consciente é bem mais forte e presente no Peru. A paulista aproveitou a oportunidade para embarcar nessa e passou a doar algumas peças, assim como comprar e vender online. Nessa troca, ela revendia móveis, brinquedos e roupas.

Após dois anos e meio, em 2017, Danielle retornou a São Paulo para o nascimento do segundo filho. Guilherme usou diversas roupas do irmão mais velho e elas foram acumulando e ocupando muito espaço no apartamento. “Então eu pensei: ‘Agora é hora de desapegar e por que não monetizar essas roupas?’”, conta.  

Em suas pesquisas, a empreendedora encontrou o site Antes de Mim. Uma plataforma online em que as mães podem anunciar todas essas peças novas ou seminovas de seus filhos que estão apenas fazendo volume em casa, como era o caso de Danielle.

A paulista foi primeiramente atraída pela apresentação da página e facilidade na busca por produtos. Após tirar algumas dúvidas com os responsáveis pelo site, ela decidiu criar a Lojinha Cabide Azul.

Danielle contou com a ajuda da equipe do site para todo o processo de criação. “Eu achei sensacional que você pode optar por eles fazerem todo o trabalho de ir buscar as peças em casa, tirar foto, cadastrar e nós só precisamos levar para o correio”, comenta a paulista.

Ela explicou que demorou um domingo todo para cadastrar uma peça por ser perfeccionista e, por isso, esse suporte do site foi um alívio. A empreendedora entende que seguir nesse ramo é, ao mesmo tempo, bom e complicado, pois permite estar mais próxima aos filhos, mas a parte financeira passa a ser incerta.

“Para mim, ser mãe e empreendedora é algo que caminha muito junto”, revelou. Hoje, com 33 anos, Danielle Turchet compra e vende produtos no site Antes de Mim e conclui: “Tudo o que podemos fazer de sustentável, de incentivo ao não consumismo e que fazem bem ao meio ambiente é válido”.

Leia também:

Mãe doa o dinheiro arrecadado com loja online e reforma hospital infantil em Piracaia

Sacada de mestre: aproveite a época do ano para anunciar as roupas mais procuradas

Já tem uma loja online? Descubra como deixar o seu produto muito mais atraente