Tradição de família é passada adiante e mãe decide anunciar o item online

Os três filhos de Debora usaram a roupa

Encontre esse e outros itens na Lojinha Fazendo Arte (Foto: reprodução/Antes de Mim/Lojinha Fazendo Arte)

Esse macacão acabou virando uma tradição da família Medeiros. Ela foi usada pelos três filhos de Debora: Victor, Júlia e Davi, no primeiro dia de vida de cada um. A mãe recorda o nascimento dos filhos como o momento mais gratificante e feliz de sua vida, por isso a roupa tem um significado todo especial.

-Publicidade-

“Quando estamos grávidas, já nos sentimos mães. Mas quando o nosso filho nasce, não existe palavra para descrever o momento e olhar para essa roupa me traz essa sensação”, explica. E o sentimento com a chegada de cada bebê marcou de um jeito diferente.

Com o filho mais velho, a lembrança é de novidade, emoção e medo pelo que viria. Já com Júlia, vem o sentimento de gratidão e amor. Por fim, Davi trouxe a sensação de alívio, pois o final da gestação foi complicada.

-Publicidade-
Debora é grata pela família que construiu (Foto: reprodução/Arquivo Pessoal)

Debora pensa que essa peça pode ser tão especial para outra família quanto foi para ela, então resolveu desapegar. “É importante praticar a empatia”, conta. E por isso, faz questão de envolver os filhos no processo, separando os itens para a venda.

Para ela, ensinar práticas de consumo consciente desde cedo vai ajudá-lo no futuro. “As coisas mais importantes são o cheiro, o olhar, o toque, as palavras… E isso a gente não guarda em bens materiais”, diz.

Se você também tem peças no guarda-roupa que ficaram pequenas para o seu filho, treine o desapego no site Antes de Mim, um brechó online exclusivo de produtos infantis. É a sua chance de incentivar a sustentabilidade e ainda fazer uma renda extra com o que tem em casa!

Leia também:

Como organizar o tempo para dar conta das atividades do dia a dia?

Mãe quer ensinar filho a ser sustentável e dá o exemplo criando brechó online

Bicho de pelúcia é anunciado online depois de passar gerações na família: “Pode servir e ajudar outras pessoas”

-Publicidade-