Criança

Menina com paralisia cerebral toma atitude inesperada e salva a vida do irmão

Isso sim que é heroína!

Nathália Martins

Nathália Martins ,Filha de Sueli e Josias

(Foto: Reprodução/Instagram)

(Foto: Reprodução/HuffPost)

Em Dartmouth, na Escócia, Lexie Comeau-Drisdelle, uma menina de 9 anos com paralisia cerebral que não anda e nem fala, salvou seu irmão Leeland, de apenas 1 ano de idade, de um afogamento na piscina. Incrível, né?

De acordo com o CNN, a menina notou que o irmão estava precisando de ajuda assim que o viu pulando na piscina sozinha. A única reação que a menina conseguiu ter foi de dar dar um grito superalto para tentar alertar os pais de que algo estava acontecendo.

Rapidamente, Nancy Comeau-Drisdelle, avó das crianças, correu até Lexie, mas não conseguia entender o que ela queria dizer. A menina continuou gritando e começou a apontar para a porta da piscina. Imagina o desespero! Foi então que Kelly Jackson, mãe das crianças, entendeu. “Quando minha mãe me contou o que estava acontecendo, olhei pela janela e lá, na borda da piscina, vi a cabecinha dele”, contou em entrevista ao CNN.

(Foto: Reprodução/HuffPost)

(Foto: Reprodução/HuffPost)

“Entrei em pânico e minha mãe rapidamente correu na direção dele e o puxou para fora”, explicou a mãe. Ela disse que ficou tão assustada no momento que imaginava que aquilo não acabaria bem. “Nós o abraçamos um milhão de vezes. Em dois segundos uma vida pode mudar e estamos agradecidos por Lexie ter sido tão rápida em nos alertar”.

Para reconhecer a atitude de heroína da garota, o Conselho Regional de Halifax e o departamento da polícia da cidade a homenagearam: “Heróis vêm em todos os tamanhos. Foi um enorme prazer homenagear a jovem Lexi por alertar sua mãe quando o irmão mais novo dela caiu na piscina”, disseram.

“Você não precisa andar, falar e ter todos os seus sentidos. Você pode se fazer ouvir e você ainda pode ajudar. E sim, ela salvou a vida dele“, disse a avó emocionada.

Leia também: 

Brasil participa pela primeira vez do Dia Mundial da Paralisia Cerebral

Menina de 6 anos ajuda a cuidar de pai com paralisia e emociona a web

Fisioterapeuta conta sobre a adoção de menina com paralisia cerebral severa