Menina de oito anos lamenta morte do irmão em operação policial no RJ: “Queria ele de volta”

“Quis orar para dar um recado a Deus. Quando eu chegar lá no céu, quero ver ele”, explicou Sophie sobre Dyogo Costa Xavier de Brito, de 16 anos

(Foto: Reprodução / Twitter)

Dyogo Costa Xavier de Brito, de 16 anos, foi morto com um tiro nas costas durante uma operação policial na Favela da Grota, em Niterói. Sophia, de oito anos, irmã do menino, teve que tirar forças como ‘gente grande’ para lidar com tudo isso. Na terça-feira (13), dia do sepultamento do irmão mais velho, a menina que insistiu para ir ao enterro, fez uma oração de improviso, emocionou e calos os protestos no Cemitério São Francisco Xavier, em Charitas. O vídeo da prece tem mais de 120 mil visualizações no Facebook.

-Publicidade-

A família queria que ela não fosse por conta da idade da menina. Porém, por conta da insistência de Sophia, ela foi e foi emocionante! A menina escreveu uma cartinha para o irmão, na qual dizia que ele era lindo e o amava, deixando dentro do caixão. Sentada nos ombros de um adulto, Sophie pediu para orar e emocionou a todos.

“Queria meu irmão de volta. Só que não dá. Aí, quis orar para dar um recado a Deus. Quando eu chegar lá no céu, quero ver ele”, explicou. Aos prantos, Sophie continuou pedindo aos céus que outras pessoas não passem por sofrimento igual, mas deu a dica caso isso ocorra. “Sempre quando alguém estiver assim bem triste, pega as suas mãozinhas e lava o coração dele”, pediu.

-Publicidade-

A menina que irá completar nove anos no dia 5 de novembro e está no terceiro ano do ensino fundamental, tem notas boas na Escola Municipal Helena Antipoff, faz balé e aos domingos, sempre frequenta a Igreja Metodista. Sophie de bom coração pediu para que Deus abençoe as pessoas e que todos possam fazer a coisa certa. “Deus, abençoe quem está aqui. E que todos sejam do bem e não sejam do mal, para que não façam coisa errada”, finalizou.

Leia também:

Cuidado! Menino de 9 anos perde o olho depois de ser atingido por brinquedo

Grávida baleada na cabeça no começo do ano recebe prótese de crânio

Bebê leva bala perdida ainda na barriga da mãe e precisa ser reanimado após nascer: “Um milagre”