Mosquitos: como evitar picadas nas crianças

Com o aumento de temperatura em todo o Brasil a proliferação dos pernilongos também aumentou, veja abaixo algumas dicas para se proteger e proteger os pequenos dos insetos!

Resumo da Notícia

  • Tudo começa com a escolha de um bom repelente, de acordo com a localização e idade das crianças
  • Uma roupa bem pensada e a aplicação do protetor solar separadamente do repelente também são boas ideias
  • Veja abaixo mais dicas uteis para curtir o ar livre com os pequenos!

Para manter as picadas de mosquito bem longe de você e do seu filho,segundo a Parents, a primeira medida essencial é passar um bom repelente. Segundo a Academia Americana de Pediatria o melhor tipo de repelente é aquele com DEET, que proteje da doença de Lyme e do Zika vírus. A partir dos 2 meses de idade já é permitido o uso de repelentes com 5 a 7% de DEET. Mas vale lembrar que se você está uma área com poucos pernilongos vale usar na sua criança repelentes de no máximo 5% de DEET.

-Publicidade-

Um repelente natural ou feito por você não necessariamente é mais seguro à criança. Segundo profissionais esse tipo de repelente tem uma duração de aproximadamente 15 a 20 minutos, enquanto um com 5% de DEET dura cerca de 90 minutos. O Dr. Paulo Telles, médico pediatra pela Sociedade Brasileira de Pediatria, ressaltou a importância desse cuidado com as crianças. “É muito importante lembrar que esses insetos podem ser vetores de doenças sérias, como dengue, malária e febre amarela. Sem contar que podem causar reações alérgicas incômodas, como coceiras, feridas e bolhas que infectam, uma vez que a turminha coça bastante”, apontou.

Protetor solar e repelente: melhores separados

Apesar de existir o prático combo de protetor solar e repelente, os dois funcionam melhor separados. Segundo o Dr. Jonathan F. Day, professor emérito de entomologia médica: “Eles têm a tendência de diluir a eficácia um do outro”. O melhor a se fazer, portanto, é aplicar primeiro o protetor solar e depois o repelente, borrifando-o na própria mão e depois espalhando no corpo do pequeno. Claro, evitando o nariz, olhos e boca, além de feridas e peles irritadas!

-Publicidade-

Para usar repelentes com segurança fique atento à lista abaixo:

  • Aplique repelentes de insetos apenas na parte externa das roupas da criança e na pele exposta.
  • Pulverize inseticidas somente em áreas abertas para evitar respirá-los.
  • Usar repelente a mais não o torna mais eficaz. Evite reaplicar, a menos que seja necessário.
  • Ajude a aplicar repelente de insetos em crianças pequenas e supervisione a aplicação por crianças mais velhas
  • Remova todo o repelente do corpo da criança com água e sabão para quando elas voltarem para dentro de casa e lave as roupas delas antes que elas sejam usadas novamente.
  • NUNCA aplique repelente em crianças menores de 2 anos

Separamos AQUI um link da Amazon para você comprar repelentes para a família toda com desconto! 

Passe o protetor primeiro e depois o repelente (Foto: Getty Images)

Escolha um visual inteligente

EM um local e horário com mosquitos é muito importante uma roupa eficiente, o adequado seriam camisetas de mangas curtas, calças compridas descoladas da pele e meias, os tecidos respiráveis, como os materiais de secagem rápida usados ​​em roupas esportivas, são difíceis para os mosquitos penetrarem. Além de quando em áreas de alto risco, escolher roupas que são pré-tratadas com o inseticida permetrina. “Quando um mosquito pousar nessa roupa ele vai fugir e morrer”, explicou o Dr. Day.

Segurança no quintal

Nem se incomode com velas de citronela, tochas e lanternas, qualquer brisa pode remover o ingrediente ativo desses materiais. “Para áreas semi-fechadas, um pátio ou área de piscina, com duas ou três paredes, uma lanterna de mosquitos que emite peregrina pode ser efetiva”, explicou o professor. Já em ambientes completamente abertos se apoie no poder do vento, instale um grande ventilador caixa. “Uma vez que o ar atingir 1 milha (1.6 km) por hora, os mosquitos terão dificuldade em voar”, concluiu o Dr. Day.

Em ambientes completamente abertos confie no poder do vento! (Foto: Shutterstock)

Não esqueça dos cuidados dentro de casa!

Os mosquitos também entram dentro de casa, mas o melhor a se fazer é evitar a entrada desses insetos, deixe as janelas fechadas ou coloque telas nas janelas. Lembre-se de, com crianças pequenas, que não podem usar repelente, colocar um mosquiteiro sobre o berço do bebê!

Faça uso de inseticidas, tanto químicos quanto orgânicos. As características ideais de um repelente são repelir muitas espécies simultaneamente, ser eficaz por pelo menos oito horas, ser atóxico, ter pouco cheiro, ser resistente e ser economicamente viável. Infelizmente, nem sempre estes requisitos podem ser cumpridos. “Os repelentes de insetos vêm em muitas formas, incluindo aerossóis, sprays, líquidos, cremes e bastões”, reforçou o pediatra.

Para se livrar dos mosquitos de uma forma mais prática

A raquete elétrica pode te ajudar muito na hora de matar pernilongos e outros insetos pequenos por eletrocução. Só é importante tomar cuidado com as crianças pequenas em casa, já que descarga elétrica provocada pela raquete é considerada inofensiva aos seres humanos, mas provoca um choque muito doloroso e até perigoso se for aplicada continuamente ao corpo.

Separamos AQUI um link da Amazon para você comprar uma raquete elétrica para a sua casa!

* A Pais&Filhos pode receber uma parcela das vendas pelos links recomendados neste conteúdo. Preços e ofertas da loja não influenciam os critérios de escolha editorial.

-Publicidade-