Sarampo: Ministério da Saúde divulga nova campanha de vacinação e você precisa ficar atenta

Em 2020, a campanha tem como objetivo sensibilizar os pais e os responsáveis pelas crianças sobre os riscos de deixarem os filhos sem vacina

Resumo da Notícia

  • Na segunda-feira, 10 de fevereiro, foi lançada a nova Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo, para crianças de 5 a 19 anos
  • De acordo com o Ministério da Saúde, a campanha irá acontecer entre os dias 10 de fevereiro e 13 de março
  • Em 2020, o conceito da campanha será "Mais proteção para a sua família", que tem como objetivo sensibilizar os pais e os responsáveis pelas crianças sobre os riscos de deixarem os filhos sem vacina
Fique de olho no calendário e mantenha a carteirinha em dia (Foto: Getty Images)

Na segunda-feira, 10 de fevereiro, foi lançada a nova Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo, para crianças de 5 a 19 anos. De acordo com o Ministério da Saúde, a campanha irá acontecer entre os dias 10 de fevereiro e 13 de março. No dia 15 de fevereiro, sábado, acontecerá o “Dia D” de mobilização, no qual os postos de saúde irão abrir para vacinar as crianças. Os horários devem ser consultados com os estabelecimentos de cada região.

-Publicidade-

Em 2020, o conceito da campanha será “Mais proteção para a sua família“, que tem como objetivo sensibilizar os pais e os responsáveis pelas crianças sobre os riscos de deixarem os filhos sem vacina. Para fazer com que a ação dê certo em todo o Brasil, o Ministério da Saúde encaminhou 3,9 milhões de doses da tríplice viral.

Por que preciso vacinar meu filho contra o sarampo?

-Publicidade-

Desde 2018 até janeiro de 2019, foram registrados 10.274 casos confirmados de sarampo. Os lugares com mais ocorrências são o Amazonas, que registrou 9.778 casos, e Roraima com 355. São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Bahia, Pernambuco, Pará, Sergipe e Distrito Federal, tiveram alguns casos isolados. Foram registrados 12 mortes causadas pelo sarampo: 6 no Amazonas, 4 em Roraima e 2 no Pará.

De acordo com o Ministério da Saúde, os surtos estão relacionados à importação. A Venezuela está com o surto da doença desde 2017 e já perdeu seu certificado de eliminação. O genótipo do vírus que está circulando no Brasil é o mesmo do país.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Fundo Internacional de Emergência para a Infância das Nações Unidas (Unicef) mais de uma a cada 10 crianças, ou 20 milhões em todo mundo, ficaram sem vacinas que combatem doenças letais como sarampo. “As vacinas são uma de nossas ferramentas mais importantes para evitar surtos e manter o mundo seguro”, disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, em comunicado.

As crianças com com idade entre 1 ano e menores de 5 anos precisam ser vacinadas, por fazerem parte do grupo de risco, mesmo que já tenham as duas doses da vacina. De acordo com o Ministério da Saúde 4, 1 milhões de crianças ainda precisam ser imunizadas pela vacina. Uma dúvida comum entre os pais, talvez tenha passado pela sua cabeça, é se o filho pode tomar uma terceira dose da vacina. Desta vez, a vacinação é feita de maneira indiscriminada, ou seja, a resposta é sim! Mesmo que a criança já esteja com a carteira de vacinação completa pode receber mais um reforço!

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-