Criança

Futebol: atacante da Seleção Brasileira grava vídeo de apoio para crianças que perderam jogo na escola

Eles perderam de 16x0

Nathalia Lopes

Nathalia Lopes ,Filha de Márcia e Toninho

Os ganhadores voltaram para consolar os meninos que estavam tristes (Foto: Reprodução/Instagram @sportscool_)

A atitude de um time de futebol escolar está dando o que falar. Depois de ganharem de lavada, os jogadores do Evolução foram até a arquibancada consolar um jogador do Dom José que chorava compulsivamente. O jogo aconteceu na Paraíba e os times estavam se enfrentando em um ‘intercolégios’.

Os meninos do Dom José estudam em uma escola pública e como se dividiram em dois carros, se perderam no caminho e jogaram o primeiro tempo desfalcados. E claro que os meninos ficaram chateados com o resultado de 16×0. Um atacante da Seleção Brasileira sub-23 viu o que aconteceu e mandou um vídeo incentivando os meninos a continuarem no esporte.

Matheus Cunha joga como atacante no RB Leipzig da Alemanha e se emocionou com o fato dos meninos se preocuparem com o resultado do jogo e principalmente muito feliz com a atitude da equipe adversária que apoiou os perdedores.

“Eu tava acompanhando a atitude que vocês tomaram com o menino Vinícius, tá? Parabéns, fiquei muito feliz de ter visto. E apesar da pouca idade, continuem assim, pessoas que inspiram muitas outras”, disse o jogador no vídeo enviado aos meninos.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Sport’s Cool (@sportscool_) em

A importância do esporte 

Quem estava chorando era o menino Vinícius, o mais novo do time que não conseguia aceitar o placar final da partida. Assim que o juiz apitou o término do jogo, ele sentou na arquibancada e começou a chorar compulsivamente. Raquel Pimentel, foi quem conseguiu registrar a solidariedade do outro time.

Mesmo assim a gente mostra que mesmo com derrotas, o esporte é muito importante. O futebol por exemplo, ensina alguns princípios para o seu filho, como por exemplo: Ter espírito de equipe, respeitar os demais, aceitar as regras do jogo. 

Futebol também ajuda a desenvolver a resistência, admitir o fracasso e ter certeza da escolha feita. Tudo isso foi dito e confirmado por Ricardo Saldana, pai de Lorenzo, Doutor em Ciências do Movimento Humano e pelo André Merelle, treinador do Instituto Nacional de Futebol de Clairefontaine.

Leia também: 

Futebol feminino: jogadora da Seleção Brasileira tem 22 irmãos e história de superação

Futebol também é coisa de menina 

Jogadora de futebol grávida de 5 meses posta foto treinando e choca a internet