Criança

Menina de 7 anos salva a vida do irmão doando a medula

Eles tinham 100% de compatibilidade

Yulia Serra

Yulia Serra ,filha de Suzimar e Leopoldo

Ele estava há dois anos na fila de espera (Foto: reprodução/Gazeta do Povo)

A relação entre irmãos é capaz de fazer milagres, mas Luiza Mello foi além e a partir da atitude da menina, o irmão, Théo terá uma segunda chance. Isso porque ele nasceu com uma doença rara que ataca as células do sangue, gerando anemia. A cura é o transplante de medula óssea.

Depois de procurar cerca de dois anos por um doador, os pais descobriram em uma consulta no Hospital Nossa Senhora das Graças que a medula da filha era 100% compatível com a do irmão. “A cura estava do nosso lado o tempo todo”, conta a mãe, Cleonia Araújo, à Gazeta do Povo.

Esse é um caso super raro, segundo o Instituto do Câncer (INCA), uma vez que a probabilidade de irmãos serem compatíveis é de 30%. E se a história já não fosse emocionante, teve um capítulo ainda mais especial.

A pega medular, ou seja, o momento em que a medula já é capaz de produzir a quantidade de células do sangue suficiente, chegou no aniversário da irmã, antes da data prevista. “Por isso consideramos que agora os dois comemorarão o aniversário juntos”, completa.

Todo o procedimento de transplante durou dois meses e agora Théo está completamente curado. Daqui um ano, o menino poderá seguir com a vida normal. Os pais comemoram o sucesso da operação e lembram como o caso aproximou os filhos.

Fique por dentro do conteúdo do YouTube da Pais&Filhos:

Leia também:

Conserve o amor: a importância da doação e dos bancos de leite no desenvolvimento de bebês prematuros

Garoto de 10 anos deixa cabelo crescer para fazer doação à meninas com câncer

Mãe decide doar os órgãos da filha e compartilha vídeo emocionante em homenagem à menina