Cachorro recebe diploma honorário pela ajuda prestada em faculdade

Com 8 anos de idade, o cão já ajudou  milhares de estudantes em mais de 7.500 sessões de aconselhamento

Resumo da Notícia

  • Cão recebe diploma de doutorado honorário em medicina veterinária
  • Ele contribui com a saúde mental dos alunos da Faculdade de Medicina Veterinária da Virginia Tech
  • Com 8 anos de idade, o cão já ajudou  milhares de estudantes em mais de 7.500 sessões de aconselhamento
Cão recebe diploma de doutorado (Foto: reprodução CNN)

Alguns hospitais têm utilizado cães para contribuir para a saúde mental dos médicos e enfermeiros que lidam com um estresse diário atendendo pacientes com coronavírus. Moose é um desses cachorros que presta esse serviço, porém, o trabalho dele é focado em estudantes e está sendo muito utilizado neste período de pandemia.

-Publicidade-

O labrador é um dos quatro animais de terapia e embaixadores da Faculdade de Medicina Veterinária da Virginia Tech para conscientização da saúde mental. Pelos serviços prestados, o cachorro recebeu nesta sexta, 15 de maio, um doutorado honorário em medicina veterinária.

Na faculdade, Moose participa de inúmeras atividades, como jogos de futebol, eventos de clubes e novas orientações para os alunos. Além disso, o estudante de honra também  ajuda os alunos a lidar com a ansiedade, trauma e outros problemas de saúde mental.

-Publicidade-

Com 8 anos de idade, o cão já ajudou  milhares de estudantes em mais de 7.500 sessões de aconselhamento. “Alguns humanos não tiveram a melhor experiência com outros seres humanos, nem mesmo com outros cães. Nos dois casos, Moose dá segurança e reconfortante na sala. Esses estudantes veem Moose como alguém que os aceita. Eles não se preocupam com ele julgá-los.”, disse o proprietário e conselheiro licenciado Trent Davis, à CNN norte-americana.

Como a faculdade está temporariamente fechada, os alunos estão se consultando com Moose com a ajuda de alguns aparatos tecnológicos. O cão está atualmente disponível para sessões online, durante uma hora, três vezes na semana. Caso o aluno esteja passando por algum problema mais sério e pedir para ver um dos cães, Davis contou que também avalia as necessidades para realizar reuniões presenciais.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-