Família

Família descobre que filho foi trocado na maternidade depois de 39 anos

Eles ainda não conseguiram acesso aos documentos do hospital

Rhaisa Trombini

Rhaisa Trombini ,Edileyne e Geraldo

A família não suspeitava (Foto: Reprodução/ RecordTV Minas)

Por conta de uma piada entre amigos, um casal descobre que o primeiro filho, na verdade, não era deles. Maria e Firmino tiveram o um menino em 15 de fevereiro de 1977 na maternidade na cidade de Divinópolis, cidade a 120km de Belo Horizonte.

Segundo o R7, Maria sofreu algumas complicações e não pode ver o bebê, Richard, depois do parto. Quando Firmino foi ver o menino no berçário, notou que ele não era tão branco como o pai, mas não suspeitaram de nada.

Desde essa época, a família e os amigos faziam piadas por Richard não se parecer 100% com os pais e os comentários sobre troca no hospital só aumentaram depois que as irmãs mais novas nasceram brancas como o pai.

As irmãs não pareciam com o menino (Foto: Reprodução/ RecordTV Minas)

Em 2015, a família decidiu fazer um teste de DNA para acabar de vez com qualquer dúvida. Para a surpresa deles, 10 dias depois o resultado saiu e dizia que o menino, na época já com 38 anos, não era filho biológico do casal.

Divulgado no programa Balanço Geral de Minas Gerais, a família precisou entrar com uma ação judicial para ter acesso aos documentos de 1977, mas ainda estão na luta para conseguir os dados. Enquanto isso, eles estão fazendo uma campanha nas redes sociais para tentar encontrar o filho. 7 pessoas já foram testadas, mas os resultados foram negativos.

Leia também:

Mãe descobre que os dois filhos adotivos são irmãos: “Um enorme milagre”

Sandra Bullock pede: “Não chame de ‘filho adotivo’, apenas ‘meu filho”

Encontro emocionante! Pais conhecem filhos adotivos após 4 anos de espera