Criança

Alerta para os pais: hackers roubam informações 63 mil usuários do Facebook

Saiba como proteger seu filho na internet

Rhaisa Trombini

Rhaisa Trombini ,Edileyne e Geraldo

(Foto: Getty Images)

Você deve ficar atento ao que seu filho faz na internet! Segundo uma ação do Facebook realizada na semana passada, hackers estão usando jogos online da rede social para roubas dados e informações das pessoas.

A atividade foi identificada nos famosos quizzes, jogos onde você responde perguntas e recebe um resultado no final. Eles circulam para vários usuários com vários temas.

Os 2 bandidos localizados pela empresa são ucranianos e geraram um prejuízo financeiro de 75 mil dólares para o Facebook. Aproximadamente 63 mil usuários foram rastreados.

Segundo o site The Daily Beast, que divulgou a ação, os ladrões de dados usavam 3 contas falsas na rede social para operar, pelo menos, 4 sites de quiz, o “Supertest”, “FQuiz”, “Megatest” e “Pechenka”. Eles operaram por 2 anos, entre 2016 e 2018, focando em vítimas que usam língua russa.

Esses testes geralmente levam nomes como: “Qual raça de cachorro você é?”, “Qual estação do ano combina com você?” e pedem o login do Facebook para serem realizados. Assim que os hackers conseguem acesso aos seus dados.

(Foto: iStock)

O Seja Incrível na Internet, projeto lançado pelo Google em 2018, deu 5 dicas para deixar a internet mais segura para o seu filho.

  1. Compartilhe com cuidado
    Incentive o cuidado na hora de compartilhar. Nunca poste coisas que você não diria ao vivo e ensine o seu filho a fazer o mesmo. Também vale criar regras sobre o que é ou não é adequado na comunicação. Por lá, as notícia se espalham rapidamente e seu filho poder divulgar algo ruim ou uma fake news, além de serem influenciados por elas.
  2. Fique atento, não caia em armadilhas
    É importante mostrar ao seu filho que, na internet, as pessoas e situações nem sempre são o que parecem. Saber identificar o que é real ou falso é fundamental para a segurança online.
  3.  Proteja seus segredos
    A segurança e a privacidade são tão importantes na Internet quanto na vida real. Proteger informações valiosas ajuda as crianças a evitar danos a dispositivos e problemas com a reputação e os relacionamentos delas.
  4. Seja gentil na internet
    Você pode ensinar a regra “tratar os outros como você gostaria de ser tratado” para o seu filho. Assim, ele vai ter um impacto positivo sobre as outras pessoas, além de ajudar a combater comportamentos de bullying.
  5. Seja corajoso, na dúvida, fale com alguém
    Muitas vezes as crianças procuram os amigos para tirar alguma dúvida sobre internet, então crie um ambiente onde ele se sinta confortável para conversar com você ou com um adulto de confiança. Para apoiar esse comportamento, você precisa estimular a comunicação aberta em casa e na sala de aula.

Existem ferramentes para potencializar a segurança do seu filho nas redes sociais e na internet, como:

  • Bloqueie sites explícitos na Pesquisa Google com filtros do SafeSearch
  • Gerencie o acesso dos seus filhos a sites com o Chrome
  • Use o Family Link para gerenciar os aplicativos que seus filhos podem usar
  • Defina limites de tempo para dispositivos e bloqueie conteúdos impróprios com o Google Wifi

Leia também:

Pesquisa do Google mostra que crianças ganham o primeiro dispositivo com internet aos 10 anos

Mãe faz alerta sobre o desafio da ‘Momo’ após o filho ser incentivado a se suicidar com uma faca de cozinha

Pesquisa do Google mostra que crianças ganham o primeiro dispositivo com internet aos 10 anos