Família

Pais de 7 filhos contam como adaptaram a casa e a vida após chegada de quíntuplos

Chad e Amy já eram pais de Savaavannah, de 4 anos, e Avery, 3, quando foram surpreendidos com a chegada de Lincoln, Noelle, Grayson, Preston e Gabriella

Giovanna de Boer

Giovanna de Boer ,filha de Karen e Christiano

A família mora na Califórnia (Foto: Reprodução/ Caters News Agency)

Uma casa com 7 crianças com menos de 4 anos é de deixar os cabelos de qualquer um em pé. Menos dos pais estadunidenses Chad, 37, e Amy Kempel, 35. Depois que o casal teve quíntuplos, eles precisavam encontrar uma maneira de facilitar a convivência de todos. Por isso, os dois usarm toda a criatividade que tinham para adaptar a casa em que vivem em San Mateo, Califórnia, Estados Unidos.

Chad e Amy já tinham duas crianças, Savannah, de 4 anos, e Avery, 3, quando decidiram que queriam ter o terceiro filho. Os cinco foram concebidos por meio de fertilização in vitro. O casal já tinha passado por 20 sessões de fertilidade e sofrido quatro abortos espontâneos, e perdendo gêmeos na 22ª semana de gestação .

Os quíntuplos, Lincoln, Noelle, Grayson, Preston e Gabriella, têm agora 18 meses. “Quando o médico disse que podia ouvir quatro batimentos cardíacos e depois um quinto, não poderíamos acreditar realmente nisso”, disse Chad ao Daily Mail. “Quando descobrimos que haveria cinco, não sabíamos como lidaríamos, mas depois de perder os gêmeos em 2013, sabíamos que precisávamos ir atrás disso”, completou o pai.

Crianças em casa perigo na área, e a principal preocupação dos pais é saber aonde elas estão. “Uma das primeiras coisas que tivemos de fazer foi criar um grande salão de jogos, em algum lugar onde soubéssemos que todos poderiam ser ao mesmo tempo sem quaisquer perigos”, explicou Chad. ‘Tivemos que tirar qualquer coisa afiada e e que pudesse quebrar.”

As crianças têm um quarto de brincar superseguro (Foto: Reprodução/ Caters News Agency)

Chad contou que a hora de alimentar os filhos pode ser exaustivo e demorar horas. Ele decidiu adaptar a mesa de jantar para que esse momento pudesse ficar tranquilo, na medida do possível. Depois de criar cadeiras embutidas, hoje as refeições podem ser feitas em 30 minutos. “Levaria cerca de duas horas e meia para alimentar todos, até que o bebê precisaria se alimentar novamente”, explicou Chad. O pai ainda fez mudanças em berços, cadeirinhas e até no carro.

Afinal, não é para qualquer um cuidar de sete crianças com menos de 4 anos! Todo mundo pode imaginar a loucura que é cuidar diariamente de sete crianças pequenas, é um trabalho que não acaba nunca, mas não trocaríamos por nada nesse mundo”, desabafou Chad ao Daily Mail. Você teria essa criatividade toda?

As refeições chegavam a durar duas horas e meia (Foto: Reprodução/ Caters News Agency)

Os pais correram uma maratona empurrando o carrinho com os 5 filhos (Foto: Reprodução/ Caters News Agency)

O carro foi adaptado para viajar com mais segurança (Foto: Reprodução/ Caters News Agency)

 Leia também:

Saiba o que esperar de uma gestação de múltiplos

Mandamentos de uma mãe de múltiplos

Pensa você estar grávida de quadrigêmeos e saber que precisa abortar dois bebês: aconteceu com essa mãe