Família

Saiba como planejar os gastos com a educação do seu filho

Ter filho aumenta os gastos financeiros, não tem jeito

Nathália Martins

Nathália Martins ,Filha de Sueli e Josias

dinheiro-e-criancas

(Foto: Shutterstock)

Ter filho aumenta os gastos financeiros, não tem jeito. Se tem uma coisa que você já pode se preparar para gastar bastante dinheiro, é a escola em que seu filho vai estudar. Investir em educação é essencial e, por isso, planejar é sempre a melhor opção.  Para te ajudar neste momento tão importante, conversamos com especialistas. Olha só:

Lembre-se que a educação não é apenas mensalidade e matrícula. Existem também gastos com materiais, atividades extracurriculares, uniforme, viagens e alimentação. “Coloque tudo numa planilha e veja o valor total que está encorpado nisso tudo. A partir daí é possível criar uma estratégia, podendo ver qual o seu fôlego financeiro, colocando sempre a educação como uma prioridade, um investimento, reduzindo outros gastos para que ela se encaixe na realidade financeira da família”, sugere Reinaldo Domingos, doutor em educação financeira e pai de Graziella e Fabrizzio.

Se você fizer as contas e perceber que mesmo assim não vai conseguir lidar com os gastos, não hesite em pedir descontos. “Sempre vale a pena negociar, conversar, explicar a situação e, quem sabe, pedir bolsa. Não é fácil, mas o grande erro de todos é ter vergonha”, aponta Patrícia Broggi, nossa colunista e mãe de Lucca e Tiago.

De acordo com Reinaldo, a melhor maneira para fazer isto é agendar uma reunião com a diretoria da escola e explicar a situação. “Não deixe de pesquisar. Um bom negócio está atrelado a uma boa pesquisa”, conta. Além disso, é importante ter bom senso. É necessário que os dois lados saiam satisfeitos.

Outra dica é optar por uma escola pública e complementar a educação em casa. Isso pode ajudar no desenvolvimento e influenciar seu filho a querer aprender. “Se você não tem dinheiro, você pode dar suor”, comenta Patrícia. Ela acrescenta que a escola é um investimento a longo prazo, então se você optar por abrir mão de algo por conta da educação do seu filho, esteja disposto.

“Para economizar, reaproveite o material escolar e o uniforme e abra mão da van escolar. Na alimentação, prepare a lancheira para economizar nos gastos da cantina”, sugere o educador financeiro. Ele também destaca que é importante que você ensine ao seu filho o quanto você investiu e lutou para colocá-lo na escola pois “isso pode fazer com que ele entenda e valorize tudo isto”, finaliza.

Leia também: