Notícias

Mulher tenta fugir de hospital com o filho dentro da bolsa no Paraná

Ela já teria abandonado mais três filhos antes

Cinthia Jardim

Cinthia Jardim ,filha de Luzinete e Marco

A mãe só teria o direito de amamentar o filho (Foto: reprodução / Getty Images)

Na última quarta-feira, 25 de setembro, uma mulher, de 35 anos, foi levada para a delegacia após tentar levar o filho recém-nascido na bolsa. Ela descumpriu uma medida judicial e os funcionários do local chamaram a polícia. De acordo com a polícia, como foi informado ao Jornal de Brasília, a mãe seria usuária de drogas e só teria permissão de amamentar a criança, sem levá-la para fora do hospital.

De acordo com o Conselho Tutelar, em nota ao site, ela não realizou nenhum dos exames de pré natal e a criança teria nascido há 10 dias. Na manhã de quarta-feira, ela foi informada pela justiça que perdeu a guarda do filho e não poderia tirar o recém nascido do hospital. A mulher não em uma residência fixa e já abandonou mais três filhos.

O bebê ficará temporariamente em um abrigo e a guarda será da justiça, sendo assim, a criança não entrará para a fila de adoção. O caso aconteceu em Ponta Grossa, no Paraná e o município ofereceu centros de tratamento tanto para a mãe, como para o bebê.

Criança na mala

Caso aconteceu no aeroporto da capital das Filipinas (Foto: reprodução / CNN)

Uma americana, de 43 anos, foi detida na manhã da quarta-feira, 4 de setembro, no aeroporto de Manila, nas Filipinas, por tentar embarcar com um recém-nascido na bagagem de mão. O bebê tem apenas seis dias de vida, e a mulher não teve seu nome divulgado até o momento.

Em entrevista à rede de televisão americana CNN, o porta-voz do Departamento de Imigração das Filipinas disse que a americana apresentou apenas o passaporte dela, sem indicar que haveria um bebê como acompanhante. Ao suspeitarem da bagagem de mão, que era muito grande, os funcionários do aeroporto pediram para revistar a mala e então, encontraram a criança dentro. “Ela não tinha nenhum documento de viagem para a criança“, disse o porta-voz à CNN Filipinas.

A mulher afirmou ser tia da criança, mas não indicou nenhuma prova de parentesco. O caso está sendo investigado pela Divisão de Tráfico de Seres Humanos do Departamento Nacional de Investigação do país, e ainda será avaliado.

Leia também:

Mãe adolescente joga e abandona bebê por estar incomodada com o choro

Menina de dois anos foi deixada na rua da creche e mãe desabafa: “Foi até a minha casa sozinha”

Mulher abandona bebê com estranho e explica por que não quer ficar com o filho

Fique por dentro do conteúdo do YouTube da Pais&Filhos: