Criança

9 dicas para deixar a viagem de avião com bebê (um pouco) mais tranquila

O principal é manter a calma

Rhaisa Trombini

Rhaisa Trombini ,Edileyne e Geraldo

(Foto: Getty Images)

As férias do começo de ano já passaram, mas nunca é cedo para começar a planejar o que a família vai fazer em julho em dezembro! São vários roteiros que você pode escolher com atividades para a família toda e muito tempo para se divertir.

Mas, chegar até o lugar pode ser um problema. Longas viagens de avião podem ser exaustivas para você, imagina para o seu bebê? Por isso, o portal Huffington preparou algumas dicas incríveis para você não passar sufoco com seu filho no avião.

via GIPHY

1. Não de atenção para ninguém

Quando você decidi viajar de avião com seu filho, as pessoas vão te olhar como se fosse a ideia mais louca do mundo! Mas não de ouvidos: viajar com um bebê é bom, pode ser um pouco mais estressante que sozinha, mas é ótimo!

2. Viaje enquanto eles ainda são pequenos

Na maioria das companhia aéreas faz você pagar por um assento a mais quando seu filho completa 2 anos. Pode varias, mas algumas liberaram viagens de bebês com 1 semana se você estiver com a papelada em dia. Então não espere! Aproveite para viajar com as criança agora, pois depois vai ficar mais caro!

3. Faça um esquema para levar mais coisas

Você pode levar um assento de carro se estiver viajando com um bebê e ele não vai contar como bagagem. Um saco de fraldas também não. Então, se você vai apenas com a bagagem de mão, leve uma sacola de fraldas GRANDE onde você também pode colocar alguns dos seus pertences, como calcinhas. Se for um voo longo, uma muda de roupas pode ser útil também, caso tenha algum acidente envolvendo catota de nariz ou xixi.

via GIPHY

4. Saia um pouco mais cedo

Tudo fica mais demorado com um bebê. Uma fralda suja no meio do caminho, uma mamada inesperada. Então comece a se preparar para estar pronta com 90 minutos de antecedência (e tente até sair mais cedo). O pior que pode acontecer é você precisar matar um tempo no Duty Free.

5. Não esqueça o canguro

Um bebê, pelo menos 2 malas e você já é coisa demais para andar no aeroporto. Uso um sling ou canguru para segurar seu bebê enquanto estiver andando.

6. Mais um detalhe que vai te ajudar

Passar horas e horas com seu filho no colo não vai ser fácil, então um travesseiro de amamentação é um lugar ótimo para eles dormirem e pode ser passado para outro adulto que esteja com você. Existem algumas opções infláveis se você quiser economizar espaço.

7. Amamente no pouso e na decolagem

A deglutição que seu filho tem enquanto está mamando vai impedir que o ouvido fique doendo ou machuque por conta da mudança de pressão. Se eles recusarem, talvez fiquem chorando desesperados por um tempo, mas logo a pressão volta ao normal. Funciona também com chupetas!

via GIPHY

8. Que se dane o mundo

Todo mundo já foi um bebê ou já teve um, então quando alguém revirar os olhos por que seu filho não para de chorar, ignore e siga em frente. Eles podem não gostar do barulho, mas um voo não é para ser legal. Se eles ficarem incomodados e o máximo que vão fazer é ir embora depois e curtir o destino. Ta tudo bem!

9. Sem pânico

Você está indo viajar de férias ao lado da família. Vai aproveitar muito e tudo que aconteceu no avião vai ficar para trás. O pior que pode acontecer é um monte de cocô e muito choro, mas não é o fim do mundo.

Leia também:

Suzana Gullo resolve falar sobre não levar o filho autista para viajar com a família após polêmica

Vídeo: Gusttavo Lima sai para viajar e filho mais velho tem reação de partir o coração

Livro “Vamos dar a volta ao mundo” fala sobre a importância de viajar em família