Como saber se o seu filho é canhoto ou destro? Saiba ver os sinais desde cedo!

Existem gestos que podem ser vistos a partir dos 3 anos nas crianças. Confira dicas de como estimular o seu filho

Resumo da Notícia

  • Existem truques que podem evidenciar se uma criança é canhota ou destra logo aos 3 anos de idade
  • É papel dos pais se atentar a quais mãos os filhos usam para pegar e manusear objetos
  • Por isso, separamos algumas dicas que podem te ajudar nesse processo!

Mesmo que seja ideal que crianças de 3 anos usem qualquer uma das mãos na hora de realizar tarefas do dia a dia, é possível perceber que cada uma delas, ainda assim, possui uma mão “preferida”. E é trabalho dos pais prestar atenção para entender se eles são canhotos ou destros.

-Publicidade-

Essa é a idade que as mãos são mais necessárias – para aprender a desenhar, pintar e escrever. Então, se o seu filho está trabalhando alguma dessas habilidades, ele nunca aprenderá se ficar alternando entre as mãos direita e esquerda – mesmo que seja normal que as crianças alterem os lados para realizar diferentes tarefas, como arremessar. Por causa disso, aqui vão algumas dicas para te ajudar a entender as preferências do seu filho!

Entenda as trocas

As crianças muitas vezes usam as duas mãos simplesmente porque seus músculos estão cansados. Atividades como montar Lego ou brincadeiras com massinha podem ser, nesse sentido, ótimos exercícios para fortalecer os músculos das mãos do seu filho. Mas se a criança está com 4 anos e ainda assim não escolheu uma mão como dominante, isso pode integrar um padrão de comportamento um pouco mais complexo.

Por exemplo, se o seu filho for impaciente, ele simplesmente pegará um giz de cera com a mão que lhe for mais conveniente. Se ele tiver problemas com coordenação motora em outras atividades, a troca constante de mãos pode, contudo, ser sinal de um atraso de desenvolvimento. Mas lembre-se que qualquer diagnóstico deve ser feito pelo seu médico.

Brincadeiras que estimulem o uso das mãos são ótimas para entender o desenvolvimento das crianças (Foto: Parents)

Algumas crianças têm, ainda, mais problemas para alcançar espontaneamente o próprio corpo. Se for esse o caso, você verá seu filho trocar de mãos na frente do tronco, em vez de estender a mão sobre ele – por exemplo, pode colorir o lado direito de um desenho com a mão direita e o lado esquerdo da mesma folha com a mão esquerda.

Por isso, exercitar os músculos das mãos brincando é a melhor opção: incentive práticas como arremesso ou “joquempô”.

Teste suas escolhas

Se você ainda acredita que seu filho não possui uma mão dominante, você pode posicionar uma série de objetos em frente a ele – para, então, perceber quais mãos ele usa na hora de pegá-los.

Quando o seu cálculo, em dado momento, apresentar uma quantidade de mais ou menos 70% das escolhas sendo feitas com uma ou outra mão, é possível concluir a preferência da criança. Faça esse teste com objetos que estimulem o interesse dele, como lápis, canetas, utensílios de cozinha, e até mesmo o copo ou prato que eles usam no dia a dia.

É importante observar quais mãos as crianças usam na hora de pegar objetos (Foto: Getty Images)

Contudo, mesmo que os seus registros revelem uma porcentagem de 50% para cada mão, não desanime! Continue com esse mesmo exercício, e eventualmente ele se acostumará com o uso do lado esquerdo ou direito.

*Tradução feita por Luiza Fernandes, filha de Neila e Mauro