Família

Estudo mostra que os pais de hoje passam mais tempo com os filhos

Relaxa, mãe!

Giovanna de Boer

Giovanna de Boer ,filha de Karen e Christiano

(Foto: Reprodução / Getty Images)

Os pais de hoje realmente podem fazer tudo! Mesmo com mais responsáveis trabalhando fora de casa, estudo mostra que, mesmo assim, vocês passam mais tempo com os filhos do que os pais das gerações anteriores! YES!

Pesquisadores da Universidade da Califórnia, em Irvine, estudaram 122.271 pais (68.532 mães e 53.739 pais) em diversos países como, Canadá, Reino Unido, Estados Unidos, Dinamarca, Noruega, França, Alemanha, Holanda, Itália, Espanha e Eslovênia, com idades entre 18  e 65 anos, com pelo menos uma criança menor de 13 anos.

De acordo com os registros mantidos entre 1965 e 2012 sobre as atividades diárias, tipo como preparar as refeições das crianças, alimentar e tomar banho, trocar fraldas e roupas, colocar as crianças na cama, levantar no meio da noite prestando assistência médica, lendo e jogando – todos os 11 países ocidentais, menos a  França, mostraram um aumento na quantidade de tempo que os pais passam com os filhos.

Dá uma olhadinha: Em 1965, as mães gastaram uma média de 54 minutos por dia cuidando dos filhos, enquanto as mães em 2012 passaram duas vezes mais chegando a 104 minutos por dia. E enquanto os pais em 1965 ficavam em média apenas 16 minutos por dia com os filhos, os pais de hoje quadruplicaram esse tempo, com uma média de 59 minutos por dia. Impressionante, né?

E ainda tem mais! Quando os pesquisadores dividiram os dados de 2012 em duas categorias – pais com educação universitária versus pais sem diploma, eles encontraram uma diferença interessante. As mães com formação universitária gastaram cerca de 123 minutos diários cuidando dos filhos, comparadas com 94 minutos passados pela mãe que não foi para a faculdade. E os pais com diploma universitário passavam cerca de 74 minutos por dia com os filhos, contra 50 minutos dos pais que não foram à faculdade.

A pesquisadora, Judith Treas, disse em um comunicado que achou a descoberta surpreendente e contraditória. “De acordo com a teoria econômica, o fato dos pais terem bons salários faz com que eles não queiram deixar de trabalhar“, explicou ela. “Além disso, eles têm dinheiro para pagar aos outros para cuidar de seus filhos.”

Leia também:

Como organizar o tempo para dar conta das atividades do dia a dia?

Queda de cabelo no pós-parto é normal: saiba quanto tempo dura e o que fazer

Quanto tempo meu filho precisa dormir? Veja tabela para cada fase