Família

Mãe defende marido após morte dos filhos esquecidos dentro do carro

Nathalia Lopes

Nathalia Lopes ,Filha de Márcia e Toninho

Marissa resolveu desabafr sobre a morte dos filhos (Foto: Reprodução/The New York Post)

Juan Rodriguez, pai de Luna e Phoenix, foi preso por duplo homicídio depois que os gêmeos morreram no calor do carro. Ele achou que tinha deixado os filhos na creche, mas as crianças ficaram por oito horas dentro de um automóvel em pleno verão de Nova York. E agora Marissa Rodriguez, a esposa, precisa sair em defesa de Juan.

Depois de tantas reviravoltas, Marissa quebrou o silêncio e comentou o caso. Ela enviou uma nota para NBC no último domingo, 28 de julho. A mãe dos gêmeos que morreram e de mais três crianças falou sobre o sofrimento de perder os filhos e também sobre a personalidade do marido.

O caso aconteceu aconteceu na última sexta-feira, 26 de julho, e no dia 27 de ele já havia sido condenado por homicídio e negligência. Mas a família pagou uma fiança de 100 mil doláres (quase 400 mil reais) e Juan foi liberado. Marissa decidiu falar sobre o caso e defender o marido.

Juan foi solto depois de uma fiança quase que milionária (Foto: Reprodução/ABC)

“Eu nunca vou esquecer meus gêmeos e eu sei que meu marido nunca vai se perdoar por seu erro. Este foi um acidente terrível e eu preciso do meu marido ao meu lado para conseguir superar isso”, começa.

“Apesar de eu estar sentindo uma dor maior do que é possível imaginar, eu ainda amo meu marido. Ele é uma boa pessoa, é um ótimo pai e eu sei que ele jamais faria algo para machucar nossos filhos intencionalmente”.

Quando a polícia não age

Lacey Guyton, uma mãe americana, passou por uma situação apavorante. Ela estava saindo da casa da mãe dela quando sem querer, depois de ter colocado a filha de dois meses, Raina, no carro, as portas fecharam, e o carro acionou as trancas, mas o maior problema era que a chave estava dentro da bolsa, que também estava trancada.

Ela e a mãe dela ficaram desesperadas, ela até tentou usar um tijolo para quebrar o vidro do carro, enquanto a avó do bebê ligou para a polícia. Lacey queria pedir ajuda para quebrar a janela do carro, mas o policial que atendeu o telefonema, disse que eles não faziam o serviço quando é o dono quem esquece a chave dentro do veículo.

A avó da menina tentou explicar que havia uma bebê de dois meses lá dentro e que estava ficando cada vez mais quente, o caso aconteceu em pleno verão americano. Os policiais falaram que era para elas acionarem o guincho, mas a mãe alega que isso demoraria muito mais.

“Não dava tempo de esperar o guincho chegar, o carro estava esquentando rapidamente!”, disse a mãe em entrevista ao canal ABC. Lacey ficou ainda mais desesperada quando viu que Raina tinha parado de chorar e fechou os olhos, ela realmente fechou a porta sem querer e estava se sentindo muito mal por isso.

Ela não sabia se a menina estava desmaiando ou dormindo ou até mesmo, morta. Lacey tentou usar uma ferramenta para abrir o vidro do carro, mas ele não se movia, ela desesperada correu para o para brisa e estourou o vidro. Ela demorou quinze minutos para salvar a menina, que felizmente está bem, supersaudável.

A polícia do estado de Waterford, também falou com a ABC e disse que pede desculpas por isso. “Embora seja verdade que normalmente não respondemos quando as pessoas trancam suas chaves em seus veículos e nos oferecemos para contatar um serviço de demolição para eles, essa é uma situação completamente diferente”

“Deveríamos ter respondido neste caso e devemos responder em qualquer caso similar quando houver uma preocupação com a saúde, segurança ou bem-estar de qualquer pessoa, especialmente uma criança pequena”, disse o departamento de polícia.

Esse é o resultado do carro de Lacey depois que ela precisou quebrar o vidro sozinha para resgatar a filha (Foto: Reprodução/Facebook Lacey Guyton)

Leia também: 

Marido coloca cartaz sincero no carro depois da esposa realizar uma cesárea e bomba na web 

Absurdo! Crianças são esquecidas dentro do carro em dia quente por funcionárias de creche 

Carro pega fogo com crianças dentro e mãe desabafa: “Tive que escolher qual filho salvar”